Considerações sobre o Planejamento Espacial e a Organização da Moradia dos Assentamentos de Reforma Agrária no DF e Entorno

  • Valéria Andrade Bertolini
  • Fernando Ferreira Carneiro
Palavras-chave: reforma agrária, MST, moradia, planejamento espacial, assentamentos de reforma agrária

Resumo

Este trabalho tem o intuito de apresentar contribuições sobre o planejamento espacial dosassentamentos de Reforma Agrária e a organização da moradia. Devido à diversidade desituações existentes em todo o país, trata-se aqui da realidade do DF e entorno. Constitui-se deduas partes: a primeira com a apresentação do estado da arte e reflexões teóricas sobre o tema e,a segunda com os condicionantes e agravantes da realidade do entorno do Distrito Federal ealgumas contribuições práticas sobre a organização da moradia. No planejamento de umassentamento, consideram-se os aspectos produtivos e o uso de recursos naturais existentes parase definir as formas e modelos de parcelamento. Porém, nos assentamentos do MST, busca-sepensar o espaço de maneira “sistêmica”, ou seja, a vida no centro do projeto. Entre asestratégias empregadas encontram-se o estímulo ao convívio e à participação social e novasformas de relacionar produção e aproveitamento dos recursos naturais.

Biografia do Autor

Valéria Andrade Bertolini
Especialista em Estudos Latino Americanos pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Militante do MST/ DF.Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela FAU/ UnB.
Fernando Ferreira Carneiro
Doutorando em Ciência Animal pela Escola de Veterinária da UFMG.
Publicado
2012-10-08