O Estudo da Gestão Pública no Sistema de Proteção Social na Espanha

  • Belén Morata García de la Puerta
  • María Tereza Gijón Sanchez
  • Rosana de Matos Silveira Santos
Palavras-chave: Proteção Social, Assistência Sanitaria, Educação, Serviços Sociais, Comunidade Autônoma

Resumo

Neste artículo, com o objetivo de analisar a gestão do sistema de proteção social em Espanha desde omarco da Constituição Española de 1978 presenta-se uma visão geral e articulada da organizaçãoterritorial e formas de organização político-administrativa descentralizada nas respectivasComunidades Autônomas. Considerando a existencia de uma estrategia de convergencia que temcomo referencia o modelo social europeu analisa-se o atual regime de bem estar espanholdenominado como mediterrâneo, quarto modelo ou familista desde seus quatro eijos principais:saúde, educação, seguridade social (garantia de rendas) e serviços sociais. Múltiples são os fatores –crise econômica, mudanças demográficas e sociais, descentralização política, etc – que interferm nafragmentação atual das políticas sociais e no grau de qualidade e eficiencia da gestão dos serviçospúblicos de bem estar em Espanha.

Biografia do Autor

Belén Morata García de la Puerta
Profesora del Departamento de Trabajo Social y Servicios Sociales. Facultad de Trabajo Social, Universidad deGranada.
María Tereza Gijón Sanchez
Profesora del Departamento de Psicología Social, Antropología Social y Trabajo Social y Servicios Sociales.Facultad de Estudios Sociales y del Trabajo, Universidad de Málaga.
Rosana de Matos Silveira Santos
Profesora del Departamento de Trabajo Social y Servicios Sociales. Facultad de Trabajo Social, Universidadde Granada.
Publicado
2012-10-08