Reflexôes de Processo de Pesquisar as Relações Sociais entre MST e Unicersidades Públicas

  • Carmen Verônica dos Santos Castro
Palavras-chave: experiências sociais, educação popular, formação política, universidades públicas, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

Resumo

A análise das relações entre Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e as universidadespúblicas brasileiras a partir de aportes teóricos metodológicos que possibilitam tratarexperiências sociais na complexidade do tecido social. As trajetórias de lutas sociaisconstitutivas do MST e dos espaços sociais das universidades se cruzam em contextos históricosque envolvem práticas políticas e realização de cursos formais.

Biografia do Autor

Carmen Verônica dos Santos Castro
Doutoranda do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional da Universidade Federal do Rio de Janeiro,bolsista do CNPq/MCT e orientadora do Curso de Extensão e Especialização Energia e Sociedade no CapitalismoContemporâneo, convênio entre IPPUR/UFRJ e Movimento Atingidos por Barragens.
Publicado
2012-10-08