A Reestruturação do Estado Brasileiro e as Inflexões nas Lutas dos Trabalhadores

  • Marina Barbosa Pinto
Palavras-chave: lutas sociais, Estado, reforma

Resumo

O artigo trata da relação entre as alterações estruturais na organização do estado brasileiro e asrepercussões destas nas ações organizadas dos trabalhadores. Considerando que o eixo daquelasalterações está em instituir a lógica gerencial como forma organizativa do arcabouço estatal, compreendeseque esta se estabelece como parte das respostas da burguesia nacional à crise no processo deacumulação do capital em consonância com as orientações do mercado e da política internacionais. Essareestruturação do Estado reordena a ação dos trabalhadores, tanto os que atuam no campo do serviçopúblico diretamente quanto os demais que relacionam-se com o Estado na esfera da reprodução de suaforça de trabalho. No Brasil há uma particularidade única na América Latina que é o governo do Lula daSilva. Este contexto traz um novo modo de relação com os movimentos sociais, que repercute no ethosdos trabalhadores e em suas expectativas, demandas e métodos de luta. Pretende-se, então, tratar desseselementos identificando a concretude destas alterações.

Biografia do Autor

Marina Barbosa Pinto
Doutora em História/UFF, professora da Escola de Serviço Social/UFF.
Publicado
2012-10-08