A Reforma Curricular do Serviço Social de 1982 e sua implantação na Faculdade de Serviço Social da Universidade Federal de Juiz de Fora

  • Marina Monteiro de Castro e Castro Faculdade de Serviço Social/Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Sabrina Navarro Toledo
Palavras-chave: Serviço Social, formação profissional, reforma curricular

Resumo

O presente artigo apresenta a discussão sobre a reforma curricular ocorrida no Serviço Social na década de 1980. Buscamos analisar os processos que direcionaram a elaboração de um novo projeto de formação profissional parametrado em uma concepção crítica da realidade e da trajetória sócio-histórica da profissão. O currículo aprovado pela Associação Brasileira de Serviço Social (ABESS) é traduzido na Faculdade de Serviço Social da Universidade Federal de Juiz de Fora (FSS/UFJF) em uma proposta que visava formar profissionais com competência teórica, política e técnica, capazes de formularem respostas às demandas sociais que estivessem em consonância com o projeto societário da classe trabalhadora.

Biografia do Autor

Marina Monteiro de Castro e Castro, Faculdade de Serviço Social/Universidade Federal de Juiz de Fora
Mestre em Serviço Social/UFJF. Doutoranda em Serviço Social/UFRJ. Professora da Faculdade de Serviço Social/UFJF.
Sabrina Navarro Toledo
Assistente social. Mestre em Serviço Social/UFF
Publicado
2012-04-16