Diagnósticos diferenciais de Paracoccidioidomicose em Pediatria e seguimento de paciente portadora da doença

Autores

  • Marta Cristina Duarte Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Lucélia Paula Cabral Schmidt Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Jomara Oliveira dos Santos Yogui Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Mara Lúcia Fernandes do Vale Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Paracoccidioidomicose. Diagnóstico Diferencial. Continuidade da Assistência ao Paciente

Resumo

O diagnóstico de Paracoccidioidomicose em criança de três anos e seis meses leva à discussão a respeito dos diagnósticos diferenciais da doença, bem como sobre o seguimento ambulatorial após o tratamento da fase aguda. No caso apresentado, chama atenção a demora no diagnóstico e tratamento específico, uma vez que a paracoccidioidomicose produz sintomas que mimetizam outras doenças de acordo com o(s) órgão(s) acometido(s). O diagnóstico definitivo foi obtido por meio de estudo anátomo-patológico. No tratamento, foram utilizados Sulfametoxazol-trimetoprima e Anfotericina B. Após a resolução da fase aguda, a criança foi encaminhada ao ambulatório de Infectologia Pediátrica para continuar em acompanhamento clínico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marta Cristina Duarte, Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutora em Pediatria pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professora Adjunta de Pediatria da Universidade Federal de Juiz de Fora.
Médica Pneumologista Pediátrica.

Lucélia Paula Cabral Schmidt, Universidade Federal de Juiz de Fora

Médica Gastroenterologista Pediátrica. Plantonista da Enfermaria de Pediatria do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Jomara Oliveira dos Santos Yogui, Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora

Médica Pediatra. Plantonista da Enfermaria de Pediatria do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Mara Lúcia Fernandes do Vale, Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora

Médica Residente do Serviço de Pediatria da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Downloads

Publicado

2009-08-20

Como Citar

1.
Duarte MC, Schmidt LPC, Yogui JO dos S, Fernandes do Vale ML. Diagnósticos diferenciais de Paracoccidioidomicose em Pediatria e seguimento de paciente portadora da doença. HU Rev [Internet]. 20º de agosto de 2009 [citado 22º de maio de 2024];35(1). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/522

Edição

Seção

Relato de Caso

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)