Análise comparativa entre ecofuncional por pediatra e ecocardiografia compreensiva por cardiologista em unidade de terapia intensiva pediátrica e neonatal

Palavras-chave: Ecocardiografia, Pediatria, Cuidados Críticos, Sistemas Automatizados de Assistência Junto ao Leito

Resumo

Introdução: A ultrassonografia à beira do leito realizada por não especialista em imagem tem mostrado ser uma ferramenta útil na avaliação diagnóstica e realização de procedimentos invasivos. Diversas situações clínicas favorecem manifestações de instabilidade hemodinâmica, principalmente, nas unidades de terapia intensiva. Neste sentido, unidades pediátricas têm utilizado ecocardiografia funcional, muitas vezes, antes do exame realizado por um ecocardiografista. Objetivo: Avaliar a acurácia da ecocardiografia realizada por pediatra comparativamente à realizada por ecocardiografista em pacientes de uma unidade neonatal e pediátrica de tratamento intensivo. Material e Métodos: Análise retrospectiva dos prontuários de pacientes pediátricos de zero dia a 14 anos, internados na unidade de terapia intensiva, com indicação clínica para avaliação da existência de alterações anatômicas por ecocardiografia compreensiva e que também foram avaliados através da ecocardiografia funcional por pediatra. Resultados: Um total de 89 casos foram analisados com admissão variando de zero dia a 14 anos, sendo 55 do sexo masculino e 34 do sexo feminino. A sensibilidade e especificidade, respectivamente, da ecocardiografia funcional pelo pediatra comparado à ecocardiografia compreensiva feita pelo cardiologista relativamente às alterações encontradas foram: 80% e 96,2% para persistência do canal arterial; 88,4% e 98,4% para cardiopatia congênita acianótica; 77,7% e 98,7% para cardiopatia congênita cianótica e/ou críticas; 83,3% e 98,8% para miocardiopatia hipertrófica; 100% e 100% para derrame pericárdico; e 76,2% e 96,2% para hipertensão pulmonar persistente neonatal. Conclusões: Os resultados demonstram boa acurácia do pediatra realizando a ecocardiografia funcional quando comparado com exame realizado pelo cardiologista (ecocardiografia compreensiva), o que não reduz a importância e obrigatoriedade da análise do especialista. A incorporação da ecocardiografia funcional na avaliação rotineira pediátrica permite expandir e melhorar o exame físico pelo pediatra.

Referências

McLario DJ, Sivitz AB. Point-of-care ultrasound in pediatric critical care. Jama Pediatr. 2015; 169(6):594-600.

Beaulie Y, Mrik PR. Bedside ultrassonography in the ICU: part 1. Chest. 2005; 128(2):881-95.

Su E, Pustavoitau A, Hirshberg EL, Nishisaki A, Conlon T, Kantor DB et al. Establishing intensivist-driven ultrasound at the PICU bedside- it’s about time. Pediatrics Critical Care Medicine. 2014; 15:649-52.

Srinivasan S, Cornel TT. Bedside ultrasound in pediatric critical care: a review. Pediatrics Critical Care Medicine. 2011; 12(6):667-74.

Singh Y. Evaluation of a child with suspected congenital heart disease. Paediatrics and Child Health. 2018. doi: 10.1016/j.paed.2018.10.002

EL-Khuffash A. Neonatal Echocardiography Teaching Manual. [Acesso em 25 de janeiro de 2019]. 2014. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/306030785_Neonatal_Echocardiography_Teaching_Manual

Afiune JY, Leal SMB, Andrade JL. Avaliação ecocardiográfica das alterações cardiovasculares funcionais do recém-nascido. Revista Brasileira de Ecocardiografia. 2002; 15(2):41-62.

Breatnach CR, Levy PT, James AT, Franklin O, El-Khuffash. Novel echocardiography methods in the functional assessment of the newborn heart. Neonatology. 2016; 110:248-60.

Corredera A, Rodriguez MJ, Arévalo P, Llorente B, Moro M, Arruza L. Functional echocardiography in neonatal intensive care: 1-year experience in a unit in Spain. Analesdepediatria. 2014; 81(3):167-73.

Gaspar HA, Morhy SS. The role off focused echocardiography in pediatric intensive care: a critical appraisal. BioMed Research International. 2015. doi: 10.1155/2015/596451.

Santos AMR, Meira ZMA, Pereira MCN. Papel da ecocardiografia na avaliação das alterações cardiovasculares em recém-nascidos prematuros de muito baixo peso, com ênfase na presença do canal arterial. Arq Bras Cardiol: Imagem Cardiovasc. 2016; 29(2):47-57.

Singh Y. Echocardiographic evaluation of hemodynamics in neonates and children. Front Pediatr. 201; 5:201.

Mertens L, Seri I, Marek J, Arlettaz R, Barker P, McNamara P, Moon-Grady AJ et al. Targeted neonatal echocardiography in the neonatal intensive care unit: practice guidelines and recommendations for training. J Am Soc Echocardiography. 2011; 24:1057-78.

American Heart Association. Destaques das Diretrizes da American Heart Association para RCP e ACE. [Citado em 2016 ago. 25]. Disponível em: https://eccguidelines.heart.org/wp-content/uploads/2015/10/2015-AHA-Guidelines-Highlights-Portuguese.pdf

Doniger SJ. Bedside emergency cardiac ultrasound in children. J Emerg Trauma Shock. 2010; 3(3):282-91.

Benitz WE. Committee on fetus and newborn. American Academy of Pediatrics. Patent ductus arteriosus in preterm infants. Pediatrics. 2016; 137.

Hagadorn JI, Bennett MV, Brownwll EA, Payton KSE, Benitz WE, Lee HC. Covariation of neonatal intensive care unit-level patent ductus arteriosus management and in-neonatal intensive care unit outcomes following preterm birth. J Pediatric. 2018. 20. doi: 10.1016/j.peds.2018.07.025

Seghal A, Paul E, Menahem S. Functional echocardiography in staging for ductal disease severity. Eur J Pediatr. 2013; 172(2):179-84.

El-Khuffash A, James AT, Corcoran JD, Dicker P, Franklin O, Elsayed YN et al. A patent ductus arteriosus severity score predicts chronic lung disease or death before discharge. J Pediatr. 2015; 167(6):1354-61. doi: 10.1016/j.jpeds.2015.09.028.

Miyoshi MH, Figueira SAN, Metolina C. Hipertensão pulmonar persistente do recém-nascido: conceitos atuais. In: Sociedade Brasileira de Pediatria. PRORN Programa de Atualização em Neonatologia: ciclo 13. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2016. p.61-117.

Jain A, McNamara PJ. Persistent pulmonary hypertension of the newborn: Advances in diagnosis and treatment. Seminars in Fetal & Neonatal Medicine. 2015. doi: 10.1016/j.siny.2015.03.001

Sadeck LSR, Fiorenzano DM. Ecocardiografia funcional na avaliação do recém-nascido com descompensação hemodinâmica. In: Sociedade Brasileira de Pediatria. PRORN Programa de Atualização em Neonatologia: ciclo 13. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2016. p. 11-38.

Jone PN, IvyDD. Echocardiography in pediatric pulmonar hypertension. Front Pediatr. 2014; 2:124.

Malowitz J, Forsha DE, Smith PB, Cotten CM, Barker PC, Tatum GH. Right ventricular echocardiographic indices predict poor outcomes in infants with hypertension of the newborn. Eur Heart J Cardiovasc Imaging. 2015; 16(11):1224-31.

Gaspar HA, Morhy SS, Lianzaetal AC, de Carvalho WB, Andrade JL, Prado RR et al. Focused cardiac ultrasound: a training course for pediatric intensivists and emergency physicians. BMC Med Educ. 2014; 14:25. doi: 10.1186/1472-6920-14-25

Abellan DM. O recém-nascido com cardiopatia congênita. In: Sociedade Brasileira de Pediatria. PRORN Programa de Atualização em Neonatologia: ciclo 2. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2004. p. 141-97.

Bellsham-Revell H, Burch M, Congenital heart disease in infancy and childhood. Medicine. 2018. doi: 10.1016/j.mpmed.2018.08.00

Elmekkawi SF, Mansour GM, Elsafty MS, Hassanin AS, Laban M, Elsayed HM. Prediction of fetal hypertrophic cardiomyopathy in diabetic pregnancies compared with postnatal outcome. Clin Med Insights Womens Health. 2015; 8:39-43. Published 2015 Dec 1. doi:10.4137/CMWH.S32825

Publicado
2020-08-17
Como Citar
1.
Afonso Torres R, Gomes Bastos M, Ribeiro Torres B, Luiz Nogueira A, dos Santos Farnetano B, Moreira de Andrade F, Alcantara Chagas de Freitas B, Vilas Boas Magalhâes L. Análise comparativa entre ecofuncional por pediatra e ecocardiografia compreensiva por cardiologista em unidade de terapia intensiva pediátrica e neonatal. hu rev [Internet]. 17º de agosto de 2020 [citado 21º de setembro de 2020];460:1-. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/30170
Seção
Artigos Originais