Consumo de frutas e hortaliças por estudantes do curso de Farmácia da Universidade Federal de Juiz de Fora

Autores

  • Any Caroline Almeida Oliveira Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Annelisa Farah da Silva Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Nádia Rezende Barbosa Raposo Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Elizabeth Lemos Chicourel Universidade Federal de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Verduras, Frutas, Estudantes de Farmácia, Consumo de Alimentos

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar a frequência de ingestão de legumes, verduras e frutas por estudantes do curso de Farmácia da Universidade Federal de Juiz de Fora. A amostra foi composta por 300 universitários aos quais foram aplicados um questionário socioeconômico e um formulário contendo um questionário de frequência alimentar e questões relativas ao comportamento alimentar. Dos estudantes, 67,7% eram do sexo feminino, 98,3% solteiros, 53,0% residiam com a família e 50,3% apresentavam renda familiar superior a 5 salários mínimos. Além disso, 41,3% faziam de 3 a 4 refeições diariamente, 77,0% trocavam uma refeição principal por lanche pelo menos uma vez na semana, sendo a falta de tempo citada 54,3% das vezes como causa da omissão de refeições. Dos 15 legumes e verduras avaliados, alface e tomate destacaram-se pelas maiores frequências de consumo, seguidos pela cenoura, couve e beterraba. Entre as 13 frutas, o maior consumo foi de banana e laranja/tangerina, seguidas pela maçã e pelo mamão ou papaia. Um pequeno número de hortaliças e frutas é ingerido com maior frequência, o que contraria as recomendações nutricionais, que estimulam variabilidade no consumo. A frequência de ingestão dificilmente atingiria ao recomendado, o que sugere uma inadequação não só qualitativa, mas também quantitativa em relação à alimentação dos estudantes. Tornam-se cabíveis medidas de estímulo ao consumo destes grupos de alimentos por essa população, na tentativa de aliar os conhecimentos teóricos adquiridos na faculdade à prática alimentar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Any Caroline Almeida Oliveira, Universidade Federal de Juiz de Fora

Universidade Federal de Juiz de Fora

Faculdade de Farmácia

Juiz de Fora - MG

Annelisa Farah da Silva, Universidade Federal de Juiz de Fora

Universidade Federal de Juiz de Fora

Faculdade de Farmácia

Núcleo de Pesquisa e Inovação em Ciências da Saúde / Núcleo de Identificação e Quantificação Analítica (NUPICS/NIQUA)

Juiz de Fora - MG

Nádia Rezende Barbosa Raposo, Universidade Federal de Juiz de Fora

Universidade Federal de Juiz de Fora

Faculdade de Farmácia

Núcleo de Pesquisa e Inovação em Ciências da Saúde / Núcleo de Identificação e Quantificação Analítica (NUPICS/NIQUA)

Juiz de Fora - MG

Elizabeth Lemos Chicourel, Universidade Federal de Juiz de Fora

Universidade Federal de Juiz de Fora

Faculdade de Farmácia

Núcleo de Pesquisa e Inovação em Ciências da Saúde / Núcleo de Identificação e Quantificação Analítica (NUPICS/NIQUA)

Juiz de Fora - MG

Downloads

Publicado

2012-05-10

Como Citar

1.
Oliveira ACA, Silva AF da, Raposo NRB, Chicourel EL. Consumo de frutas e hortaliças por estudantes do curso de Farmácia da Universidade Federal de Juiz de Fora. hu rev [Internet]. 10º de maio de 2012 [citado 9º de fevereiro de 2023];37(3). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/1733

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)