Comparação da preensão manual e da flexibilidade

Autores

  • Idico Luiz Pellegrinotti Universidade Metodista de Piracicaba
  • Fernando Valentin da Silva Faculdade Stácio de Sá de Ourinhos

Palavras-chave:

ciencias da saúde

Resumo

 

O presente estudo teve como objetivo avaliar os principais indicadores de aptidão física de mulheres com mais de 50 anos praticantes regulares de exercícios físicos, utilizando para isso os padrões de referência recomendados pelo ACSM e OMS. Em um segundo momento, buscou-se a comparação dos resultados e sua relação com as modalidades praticadas. Participaram 117 mulheres, com idades entre 50 e 78 anos (média 62,1±7,7), todas praticantes regulares de modalidades esportivas promovidas pelo clube da terceira idade do Centro social Urbano da cidade de Ourinhos-SP. As componentes da amostra foram divididas em grupos de meia idade (G1 = 50-59 anos) e idosas (G2 = ≥60 anos) e subdivididas conforme a modalidade praticada (GD = grupo dança, GH = grupo hidroginástica, GTC = grupo tai chi chuan e GTCAM = grupo tai chi chuan e caminhada). Em uma segunda etapa a amostra passou por uma avaliação antropométrica, após isso, foram aplicados os testes de flexibilidade e dinamômetria manual, Para análise dos dados foram calculadas as freqüências absolutas e relativas de cada modalidade e a classificação com tabelas de referências de cada um dos subgrupos. Por meio dos resultados, verificou-se uma classificação satisfatória dos grupos em relação à variáveil de preensão manual e baixos índices de flexibilidade em todos os grupos. Com base nos resultados, concluiu-se que as modalidades praticadas pelas voluntárias, influenciam em grande parte as variáveis aferidas, contudo, a flexibilidade, justamente pela falta de treinamento específico demonstrou baixa classificação nos dois grupos.

 

Palavras-chave: comparação, mulheres ativas, aptidão física, qualidade de vida.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Idico Luiz Pellegrinotti, Universidade Metodista de Piracicaba

Professor pesquisador do Curso de Mestrado em educação Física da da Faculdade de ciências da saúde da Universidade Metodista de Piracicaba

 

 

Fernando Valentin da Silva, Faculdade Stácio de Sá de Ourinhos

Professor do curso de Educação Física da Faculdade Estácio de Sá de Ourinhos

Downloads

Publicado

2012-08-30

Como Citar

1.
Pellegrinotti IL, Silva FV da. Comparação da preensão manual e da flexibilidade. HU Rev [Internet]. 30º de agosto de 2012 [citado 15º de junho de 2024];37(4). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/1571

Edição

Seção

Artigos Originais