Análise semiolinguística da representação da maternidade em uma peça publicitária

Palavras-chave: Feminino. Representação da maternidade. Discurso midiático.

Resumo

No presente trabalho, tomamos como objeto de análise o discurso publicitário, tomando como enfoque o imaginário em torno da maternidade atrelado à representação da mulher na mídia. Ao longo dos anos, se formos observar aspectos sociais (política, religião, cultura), o papel da mulher na nossa sociedade esteve em segundo plano, sendo entendida como submissa ao marido, nascida do homem, responsável pelas tarefas domésticas, “objeto” de desejo, a que cuida dos filhos etc. Encontrar anúncios publicitários que utilizam a imagem da mulher é muito comum, principalmente quando diz respeito aos papeis atribuídos à mulher no âmbito familiar. Assim, o objetivo principal deste artigo é mostrar como ocorreu a quebra de paradigma sobre o âmbito familiar na constituição da família contra a hegemonia dos estereótipos produzidos socialmente na construção social da maternidade, bem como compreender os papéis que vêm sido atribuídos à mulher na mídia. Assim, para este fim, utilizamos como corpus de análise um anúncio publicitário que circulou na mídia visual às vésperas do dia das mães no primeiro semestre de 2014.

Biografia do Autor

Áida Silva Penna, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Áida Silva Penna é doutoranda do Programa Interdisciplinar de Pós-Graduação em Linguística Aplicada na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É Mestre (2016) em Estudos Linguísticos na linha de pesquisa Linguística Aplicada e licenciada em Letras (2012) pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Foi Bolsista de Iniciação Científica pela FAPEMIG. Tem interesse em pesquisa nos estudos da fala-em-interação em contextos institucionais pela perspectiva da Análise da Conversa. Atualmente, realiza pesquisa em mediação familiar judicial.

Welton Pereira e Silva, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor Substituto de Língua Portuguesa na UFRJ. Doutorando em Letras Vernáculas: Língua Portuguesa na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Mestre em Letras: Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Viçosa. Graduado em Letras: Português e Literatura pela Universidade Federal de Viçosa - MG. Licenciado em Português pela Universidade de Coimbra - Portugal. É membro pesquisador do laboratório CIAD-Rio - UFRJ; do Grupo de Pesquisa em Linguística Forense - UERJ; e do grupo do CNPq FORPROLL - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri. Seus principais interesses de pesquisa incidem sobre a Argumentação, Retórica, Análise Semiolinguística do Discurso, Linguística Forense, Linguística de Texto, Semântica, Pragmática, Texto e Ensino e Leitura e Produção de Texto.

Publicado
2020-10-19
Seção
Artigos