O Poder da Reza

práticas populares de curas mágicas numa perspectiva freudiana

Autores

  • FRANCIEL DOS SANTOS RODRIGUES UFCG

Palavras-chave:

Palavras-chaves: História. Cultura. Psicanálise

Resumo

Trilhando pelo caminho do imaginário religioso popular, nos deparamos com à presença da prática de reza promulgada por rezadores e rezadeiras dos mais diversos espaços sertanejos. Sua simbologia, ritos e práticas agem enquanto mediação entre o mundo sagrado e o terreno afim de trazer harmonia interna e externa para aqueles que possuem crença nessa tradição de fé. Nesse sentido, pretendemos nesse texto analisar as práticas de curas desenvolvidas por esses indivíduos através de uma perspectiva freudiana, com a intenção de compreender como as relações desses rituais agem no inconsciente daqueles que possuem crença nessa prática a fim de harmonizar sua sensação de desprazer a partir das análises das narrativas orais das rezadeiras e dos sujeitos que possuem crença nessas práticas, tomando-as essas narrativas enquanto fonte, podemos por meio das memórias desses depoentes encontramos os motivos que os fazer crer nessas tradições de forma  histórica e cotidiana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ALBERTI, Verena. Manual de história Oral, 3 ed.- Rio de Janeiro, Editora FGV, 2005.

ANDRADE, Maristela O. A Religiosidade Brasileira: o pluralismo religioso, a diversidade de crenças e o processo sincrético. João Pessoa, CAOS, 2009.

AZZI, Riolando. A teologia católica na formação da sociedade colonial brasileira/ Petrópolis, Rj: Vozes, 2004.

BASTIDE, Roger. O sagrado Selvagem e outros ensaios/tradução Dorotheé de Bruchard; revisão técnica Reginaldo Prandi- São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

BÓSIS, EcleaMemória e Sociedade, Lembranças de velhos, São Paulo, Companhia das letras, 15 ed. 1994.

BURKER, Peter. História cultural na idade moderna. 1988.

CASCUDO, Luis da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro. 9ª Ed. São Paulo: Global, 2000.

CERTAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. 3° Ed. Petrópolis: Vozes, 1998.

______Escrita da históra; tradução de Maria de Lourdes Menezes;revisão técnica [de] Arno Vogel. – Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1982.

COSTA Joalison de S. As velhas benzedeiras/rezadeiras cacimbenses. TCC Graduação em História, UEPB, 2018.

ELIADE, Mircea, 1907 1986. O sagrado e o profano / Mircea Eliade ; [tradução Rogério Fernandes]. – São Paulo: Martins Fontes, 1992. – (Tópicos).

FREUD, S. O mal-estar na civilização (1929). Rio de Janeiro: Imago, 1976.

______ (1913 [1912-13]) Totem e tabu. Edição Standard Brasileira das. Obras Completas de Sigmund Freud, vol. XIII. Rio de Janeiro: Imago, 1996.

GINZBURG, Carlos Os Andarilhos de bem, São Paulo, Companhia das Letras 2010.

MOTT, Luiz. Cotidiano e vivência religiosa: entre a capela e o calundu. História da vida privada v.1: cotidiano e vida privada na América portuguesa. São Paulo, Companhia das Letras, 1997, p.155-220.

MAURICE, Halbwachs. Amemória coletiva. Edit. Revista dos tribunais, SP, 1990.

OLIVEIRA, Elda Rizzo de. O que é benzenção. São Paulo: Brasiliense, 1985.

POLLAK, Michael. Memória, Esquecimento, Silêncio. Estudos Históricos, Rio de. Janeiro, vol. 2, n. 3, 1989, p. 3-15. RÉMOND, René (org.)

QUINTANA, Alberto Manuel. A ciência da benzedura: mau-olhado, simpatias e uma pitada de psicanálise / Alberto Manuel Quintana. - Bauru, SP: EDUSC, 1999.

RODRIGUES, F. dos S. Entre o dito e o escrito: histórias e memórias das rezadeiras e da comunidade de Junco do Seridó - PB. 2019. 70 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2019.

SALES, Cristiane Maria Pimentel. Rezadeiras–uma fé popular. Ceará, OPSIS, 2007.

SOUZA, Maria Cristiane Pereira. S725p A palavra e o lugar da cura: história oral / Maria Cristiane Pereira Souza. – Porto Velho, 2008. p. 193.

TOMPSON, E. P. Costumes em comuns/ E. Thompson revisão técnica, Antonio Negro, Cristina Meneguelo, Paulo Fontes- São Paulo. Companhia das letras 1998.

______. As peculiaridades dos ingleses e outros artigos. Campinas: Edunicamp, 2010.

TEIXEIRA, Douglas. Um confronto entre Juazeiro, Canudos e Contestado Rio de Janeiro: Bertrand Brasil. 1997.

THEOTHONIO Andrea C. Rodrigues. Entre ramos de poder: rezadeiras e práticas mágicas na zona rural de Areia- PB. Dissertação Pós Graduação em História, UFCG, 2010.

Downloads

Publicado

2022-05-30

Como Citar

(1)
DOS SANTOS RODRIGUES, F. O Poder Da Reza: Práticas Populares De Curas mágicas Numa Perspectiva Freudiana. FDC 2022, 8, 180-195.