Finalidades da interdisciplinaridade na residência multiprofissional em saúde no contexto da atenção primária

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/1809-8363.2023.v26.37744

Palavras-chave:

Internato não Médico, Comunicação Interdisciplinar, Educação Continuada, Atenção Primária à Saúde, Saúde Pública

Resumo

A prática interdisciplinar tem o potencial de contribuir para a superação de uma visão fragmentária em saúde, encontrando potencialidade de desenvolvimento na formação da residência multiprofissional em saúde. Assim, objetivou-se reconhecer as vertentes da interdisciplinaridade na residência multiprofissional em saúde com lócus na atenção primária sob a ótica dos campos de operacionalização. Trata-se de um estudo exploratório, com abordagem qualitativa, que contemplou as perspectivas de 13 profissionais envolvidos no processo organizacional e pedagógico dos programas de residência multiprofissional em saúde do estado do Ceará, Nordeste do Brasil. Os dados foram organizados conforme proposta da análise de conteúdo. Quatro categorias analíticas foram estruturadas, condizentes com as finalidades da interdisciplinaridade: científica, escolar, profissional e prática. Reconheceu-se a presença transversal de todas as finalidades da interdisciplinaridade nessa modalidade de formação. No entanto, identificou-se uma maior valorização da finalidade escolar, embricada no processo formativo baseado em competências estruturadas na articulação de conhecimentos, habilidades e atitudes. Ao passo, a finalidade científica demonstrou-se menos perceptível no conteúdo analisado, implicando na menor proposição e incentivo dos programas de residência a essa prática. Destarte, suscitam-se reflexões relevantes à saúde coletiva ao enfatizar a interdisciplinaridade como possibilidade para a formação efetiva em saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Dias Soares Machado, Universidade Regional do Cariri (URCA)

Doutor em Cuidados Clínicos de Enfermagem e Saúde pela Universidade Estadual do Ceará (UFCE), mestre e graduado em Enfermagem pela Universidade Regional do Cariri (URCA). Professor do Instituto Federal da Paraíba (IFPB). CV: http://lattes.cnpq.br/0975914336161708

Mayara Nascimento de Vasconcelos, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Doutoranda em Cuidados Clínicos em Enfermagem e Saúde na Universidade Estadual do Ceará (UECE), mestra em Saúde da Família pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e graduada em Enfermagem pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). CV: http://lattes.cnpq.br/3942160877593215

Lúcia de Fátima da Silva, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Doutora e mestra em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará (UFC), graduada em Enfermagem pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Professora Associada Universidade Estadual do Ceará (UECE). CV: http://lattes.cnpq.br/2499956932931759

Maria Vilani Cavalcante Guedes, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Graduada em Enfermagem e mestra em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e doutora em Enfermagem pela Universidade de Federal do Ceará (UFC). Professora Associada da Universidade Estadual do Ceará (UECE). CV: http://lattes.cnpq.br/1334602969244160

Maria Célia de Freitas, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Graduada em Enfermagem pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), mestra e doutora em Enfermagem Fundamental Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP). Professora da Universidade Estadual do Ceará (UECE). CV: http://lattes.cnpq.br/4402888773997916

Maria Lúcia Duarte Pereira, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Mestra e doutora em enfermagem pela Universidade de São Paulo (USP), com pós-doutorado em Psicologia Social pela Johhanes Kepler Universität, Linz-Áustria. Professor Adjunta da Universidade Estadual do Ceará (UECE). CV: http://lattes.cnpq.br/1204949768401883

Maria Rocineide Ferreira da Silva, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Graduada em Enfermagem e mestra em Saúde Pública pela pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), doutora em Saúde Coletiva pela Universidade Federal do Ceará (UFC), com pós-diutorado em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Professora Adjunta da Universidade Estadual do Ceará (UECE). CV: http://lattes.cnpq.br/6463145896403157

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2023-11-23

Como Citar

Machado, L. D. S. ., Vasconcelos, M. N. de ., Silva, L. de F. da ., Guedes, M. V. C. ., Freitas, M. C. de ., Pereira, M. L. D. ., & Silva, M. R. F. da . (2023). Finalidades da interdisciplinaridade na residência multiprofissional em saúde no contexto da atenção primária. Revista De APS, 26. https://doi.org/10.34019/1809-8363.2023.v26.37744

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)