Percepção das mães de crianças submetidas ao teste do pezinho em unidades básicas de saúde

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/1809-8363.2021.v24.16490

Palavras-chave:

Triagem Neonatal, Atenção Primária à Saúde, Mães

Resumo

Objetivo: Investigar a percepção das mães das crianças submetidas à triagem neonatal biológica. Métodos: Estudo exploratório e descritivo com abordagem qualitativa, realizado com mães de crianças triadas nas 16 Unidades Básicas de Saúde localizadas na sede do município de Sobral, Ceará, no ano de 2012. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Estadual Vale do Acaraú. Resultados: As mães possuíam conhecimento da importância do “teste do pezinho”, porém apresentavam um conceito distorcido deste. Afirmaram que foram orientadas quanto à existência do teste no ciclo gravídico-puerperal, todavia, não houve orientação no momento da realização do procedimento. Ainda, consideraram algumas fragilidades no atendimento das unidades de saúde, contudo, mostraram-se satisfeitas. Conclusão: É fundamental a capacitação dos profissionais que realizam a triagem neonatal biológica, para que, dessa forma, promovam orientações satisfatórias a essas mães que levam seus filhos para realização do teste.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mayara Nascimento de Vasconcelos, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Enfermeira graduada pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Especialista em Saúde da Família. Mestranda em Saúde da Família pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Sobral, CE, Brasil.

Maria Adelane Monteiro da Silva, Universidade Estadual Vale do Acaraú

Enfermeira. Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Docente do Curso de Graduação em Enfermagem da UVA. Sobral, CE, Brasil.

Raila Souto Pinto Menezes

Enfermeira no ambulatório de coagulopatias no Hemocentro Regional de Sobral - CE. Mestra em Saúde da Família pela Rede Nordeste em Saúde da Família, Nucleadora Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Sobral, CE, Brasil.

Jamila Davi Mendes, Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)

Enfermeira graduada pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), . Sobral - CE, Brasil.

Amanda Akemi Ribeiro Naka, Santa Casa de Misericórdia de Sobral

Enfermeira. Residente do Programa de Residência Multiprofissional em Neonatologia da Santa Casa de Misericórdia de Sobral, CE, Brasil.

Downloads

Publicado

2021-11-05

Edição

Seção

Artigos Originais