Etnografia com parlamentares sobre o problema das drogas na CPI do Crack

Resumo

Enquanto uma parte da mídia nacional divulgava informações sobre “cracolândia” e espalhava a ideia de que estávamos enfrentando uma “epidemia de crack”, na última década, um conjunto de políticas de “combate ao crack” foi formulado. Uma Comissão Parlamentar de Investigação (CPI) foi instalada em uma Assembleia Legislativa no sudeste do Brasil durante esse período, para investigar as causas e consequências do consumo de crack. Realizamos uma etnografia nesta CPI, sobre a construção de drogas como um problema público, com os parlamentares que a compunham e seus assessores, acrescentando às entrevistas uma análise do relatório final, atas e gravações em vídeo. Para compreender os bastidores da CPI, revelamos as motivações para sua instalação e os valores morais e religiosos que determinaram seu curso. Ao censurar o termo “redução de danos”, a CPI colocou aquele Legislativo Estadual em desacordo com o Poder Executivo Nacional vigente.

Publicado
2020-11-05