Sentidos da “Redução de Danos” nos CAPS AD do Distrito Federal: entre o “escopo ampliado” e traduções conservadoras

  • Maria Paula Santos IPEA
  • Roberto Rocha Coelho Pires IPEA

Resumo

Este artigo analisa os sentidos conferidos à categoria “redução de danos”, pelos profissionais do cuidado que atuam em CAPS AD do Distrito Federal (Brasil); e nas práticas assistenciais que os mesmos desenvolvem, a partir destes sentidos. Baseado em pesquisa de campo nos sete CAPS AD do DF, e em entrevistas com seus profissionais e gestores, o estudo busca, de um lado, qualificar as dificuldades de compreensão do conceito, mencionadas pelos interlocutores; e de outro, discutir as implicações destas dificuldades para a realização dos objetivos mais amplos da política do Ministério da Saúde para atenção a Usuários de Álcool e outras drogas, instituída em 2002. Orientado por uma perspectiva de análise própria do campo dos estudos sobre implementação de políticas públicas, o artigo pretende contribuir para o aprofundamento da compreensão sobre os desafios envolvidos na implementação desta política específica.

Publicado
2020-11-05