De um problema (estético) à uma economia (estética): notas introdutórias sobre a moda e suas fronteiras

  • Henrique Grimaldi Figueredo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas

Resumo

Este artigo traça algumas considerações introdutórias sobre a moda quanto fenômeno social. Discutida inicialmente como um problema de caráter estético, recuperamos diálogos teóricos que irão inscrever a posteriori a moda como objeto sociológico e apontar questões que lhe são pertinentes a partir de fins do século XIX. De sua incursão como objeto de estudo nas ciências humanas às suas aproximações com a arte, estas notas introdutórias objetivam cartografar visões prismáticas sobre a moda que nos permitam compreender, ao fim, sua entrada categórica num outro tipo de capitalismo e a conformação de suas expressões como um híbrido estético-econômico. Para tanto discutimos brevemente as questões de estilização do cotidiano e o duo arte-moda como ferramenta de marketing.

Publicado
2019-07-15