Das condutas de risco ao silêncio: entrevista com David Le Breton

  • Lilian Gomes CESAP/ IUPERJ/ UCAM
  • Thais Costa CESAP/ IUPERJ/ UCAM

Resumo

David Le Breton é professor da Universidade de Estrasbourgo, na França. Sua obra é referência incontornável em reflexões sobre a condição do corpo na sociedade ocidental. Muitos de seus trabalhos foram traduzidos para o português, tais como “Adeus ao corpo” (Papirus, 2007); “As paixões ordinárias: antropologia das emoções” (Vozes, 2009); “Antropologia do corpo e modernidade” (Vozes, 2011), “Antropologia da dor” (Fap-Unifesp, 2013) e “Desaparecer de si: Uma tentação contemporânea” (Vozes, 2018).

Em primeiro de março de 2018, David Le Breton proferiu a conferência “Experiências da dor: uma antropologia”, na PUC - Rio de Janeiro. No dia seguinte, o pesquisador nos recebeu no hotel em que estava hospedado e durante mais de uma hora respondeu de forma solícita às questões formuladas por nós. Ao recuperar sua trajetória, deixou nítido em que medida entende o engajamento com a pesquisa; como o envolvimento com certos temas requer, por seu turno, o estabelecimento de uma “boa distância” e dentre muitos outros assuntos, abordou como o silêncio pode ser mote para muitas palavras. Sublinhamos, por fim, a atenção às questões que lhe colocamos em diálogo com nossos interesses de pesquisa.

Agradecemos à Marine Lila pela transcrição do áudio em francês. Atradução foi feita por Thais Costa, revisão e edição final couberam à Lilian Gomes.

Biografia do Autor

Lilian Gomes, CESAP/ IUPERJ/ UCAM

Bacharel em Ciências Sociais pela UFMG

Mestre e Doutora em Antropologia pelo Museu Nacional da UFRJ

Thais Costa, CESAP/ IUPERJ/ UCAM
Doutoranda em Comunicação Social no PPGCOM/UERJ, mestre em História, Política e Bens Culturais pela FGV e turismóloga pela UNIRIO.
Publicado
2018-07-23