Profissionalidade e formação continuada em sociologia: desafios para o ensino médio público em Pernambuco

  • Alexandre Zarias Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Humanas Departamento de Ciências Sociais
  • Fabiana Ferreira ufjf
  • Wilson Fusco

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a formação inicial de professores de Sociologia para o Ensino Médio. Após uma breve contextualização dessa disciplina, em nosso sistema de ensino, são utilizados os conceitos de profissão e profissionalidade para circunscrever o campo da Sociologia na rede pública do município do Recife, em 2011. Para tanto, são utilizados os dados do Censo Escolar, produzidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), e as informações obtidas de quinze entrevistas com professores e professoras. Dessa análise, destaca-se a demanda de profissionais por uma formação capaz de fornecer as competências necessárias que assegurem um ensino de Sociologia de qualidade. A partir dele, pode-se oferecer aos jovens estudantes ferramentas de compreensão do mundo, as quais devem esta r embasadas segundo temas, conteúdos e teorias devidamente articulados desde a formação inicial até as práticas em sala de aula com jovens do Ensino Médio.

Biografia do Autor

Fabiana Ferreira, ufjf
ç
Publicado
2017-10-02