Horst Biesold. Manos que lloran: Eugenistas y personas sordas en la Alemania Nazi (Introducción)

  • Fabiola Heredia Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Humanas Departamento de Ciências Sociais

Resumo

Entre os anos 30 e início dos anos 40, durante o regime Nazi na Alemanha, foram desenvolvidas políticas de eugenia a partir da implementação de legislação destinada à prevenção de doenças hereditárias. Com base em argumentos de tipo científico, milhões de pessoas consideradas de menor valor foram assassinadas e
esterilizadas. As pessoas surdas foram, entre outras, vítimas de tais políticas. Horst Biesold, professor de surdos alemães, escreveu em 1984 “Mãos que choram. Eugenistas e pessoas surdas na Alemanha Nazi”, uma obra que analisa o ocorrido. O livro foi traduzido para o inglês em 2002 pelo editora da Universidade de  Gallaudet. Aqui são apresentados os textos introdutórios escritos pelo editor, por Biesold e por Henry Friedlander.

Publicado
2017-04-27