O Ensino de Sociologia: mediação entre o que se aprende na Universidade e o que se ensina na Escola

  • Amaury Cesar Moraes faculdade de educação da universidade de são paulo

Resumo


A tentativa de contrastar o que é ensinado em Sociologia no nível médio e o que é ensinado nas Ciências Sociais no nível superior nos conduz a perceber que realmente não há uma transposição imediata daquilo que se faz na Academia para aquilo que se faz no plano escolar. No nível superior, prevalece uma divisão entre disciplinas teóricas e temáticas. No ensino médio, prevalece ou o recurso aos debates, consagrando aquela valorização da fala do aluno, de sua experiência e voz, ou pequenas sínteses acerca de temas propostos. As disciplinas escolares não são uma reprodução imediata do que se faz no nível das Ciências de referência, mas outra coisa. Algo que muitos, de certa forma acompanhando Chervel, denominam cultura escolar. Mas essa cultura escolar é feita não só da comunhão entre as disciplinas, senão também do atrito entre elas: o currículo é resultado de disputas, do exercício de poder estabelecido desde o espaço escolar até o campo político, passando pelo administrativo que lhe dá certos ares de coisa técnica, mas pura ilusão, ainda exercício do poder. Nossa hipótese interpretativa é que os conteúdos e formas de ensino de Sociologia na escola secundária brasileira são um produto histórico e não a simples transposição do que se faz na Academia.

Biografia do Autor

Amaury Cesar Moraes, faculdade de educação da universidade de são paulo

prof. dr. do departamento de metodologia do ensino e educação comparada da faculdade de educação da usp

prof. de metodologia do ensino de ciências sociais

Publicado
2017-10-02