Estratificação Educacional: análise da variável sexo na realização escolar

  • José Alides Figeuiredo Santos Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Bianca Souza Bernardino Universidade Federal de Juiz de Fora

Resumo

O trabalho exibe a questão das mulheres apresentarem maiores resultados escolares em comparação aos homens no sistema formal de ensino. Estudiosos reconhecem esse fato enquanto reversão do hiato de gênero na educação no Brasil. A proposta da investigação é analisar as discrepâncias de sexo no acesso ao ensino superior e indicar qual o grupo de mulheres que estão alcançando a realização escolar. A pesquisa será realizada através da revisão da literatura referente ao tema e da verificação de dados publicados em documentos oficiais. Também será apresentado a elaboração de dados que permitirá evidenciar a relação do sexo e da situação socioeconômica com o acesso ao ensino superior, assim como, comparar os efeitos entre as coortes trabalhadas. A expressiva expansão escolar que ocorreu nas últimas décadas possibilitou a maior inserção do grupo feminino no ensino superior, todavia, a segmentação por gênero na escolha das áreas de conhecimento a se seguir ainda permanece, culminando no fenômeno chamado de segregação horizontal.

Palavras-Chave: Diferença educacional de gênero. Realização escolar. Expansão escolar.

Biografia do Autor

José Alides Figeuiredo Santos, Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutor em Sociologia pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (Iuperj), professor associado da Universidade
Federal de Juiz de Fora e docente Permanente do PPGSCO.

Bianca Souza Bernardino, Universidade Federal de Juiz de Fora
Graduada em Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Humanas e graduanda em Ciências Sociais, ambos pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Assistente de pesquisador no projeto "Determinantes do Sucesso Educacional" promovido pelo programa Observatório da Educação. Investiga o campo de discrepância educacional de gênero.
Publicado
2016-08-30