A Unidade e a Diversidade nas Ciências Sociais: o desafio epistemológico do método

Resumo

O trabalho discute a unidade das Ciências Sociais em torno de elementos que poderiam reconfigurar as definições em torno de sua metodologia, de forma a construir um corpo identitário capaz de agrupar, de forma flexível e rigorosa, a pluralidade de métodos que se operam na produção científica das Ciências Sociais contemporaneamente. A partir das provocações de Ragin (1994), analisam-se as possibilidades epistemológicas e técnicas de basilar a análise, proposição e avaliação dos trabalhos no campo com rigor científico, sem perder a flexibilidade e a inovação que o campo sempre demandou.

Biografia do Autor

Fernando Tavares Júnior, Universidade Federal de Juiz de Fora

Sociologia da Educação

Departamento de Ciências Sociais

Instituto de Ciências Humanas

 

Publicado
2017-10-02