Tendências históricas e perspectivas para o Rendimento Educacional no Brasil

Resumo

Este ensaio analisa as tendências do rendimento educacional no Brasil neste século através de três fontes: (a) meta-análise histórica de um conjunto de estudos sobre fluxo escolar, (b) análise descritiva das taxas de transição segundo dados demográficos de progressão das coortes, e (c) modelo logístico de transições para análise da eficiência segundo os parâmetros de estimação de fluxo. As análises convergem ao apontar tendências de melhorias no rendimento do sistema educacional brasileiro nas últimas décadas. No entanto, também são consensuais em apontar a permanência de traços reprodutores que se perpetuam na manutenção de gargalos e funcionamentos ineficientes das políticas educacionais, em especial nas transições iniciais de cada ciclo do ensino fundamental.

Biografia do Autor

Fernando Tavares Júnior, Universidade Federal de Juiz de Fora

Sociologia da Educação

Departamento de Ciências Sociais

Instituto de Ciências Humanas

 

Clayton Valle, CAED/UFJF
Doutorando em Educação (PPGE) e Analista de dados (CAEd) – UFJF
Maurício de Souza Maciel, UFJF
Graduando em Ciências Sociais (UFJF)
Publicado
2015-12-16