A questão agrária e a crise da citricultura brasileira

  • Cassio Arruda Boechat UFRRJ/CPDA

Resumo

Este artigo trata de aspectos da reprodução atual do setor citrícola nacional, enfocando particularmente a produção de suco concentrado e congelado de laranja (SCCL), commodity de inserção internacional. A produção dessa mercadoria industrializada é objeto de análise, na qual as estratégias de centralização dos capitais das agroindústrias são delineadas. A partir dessa exposição, visa-se problematizar teoricamente o papel da propriedade da terra nas relações sociais de produção estabelecidas entre indústria processadora, citricultura e trabalhadores rurais, repensando, com isso, a questão agrária por meio de um caso particular. Além disso, pretende-se compreender teoricamente o desdobramento das acima referidas estratégias da agroindústria citrícola face ao desenvolvimento de uma crise fundamental. 

Biografia do Autor

Cassio Arruda Boechat, UFRRJ/CPDA

Doutor em Geografia - USP.

Pós-doutor em Ciências Sociais - CPDA/UFRRJ

Publicado
2015-12-16