Cruzando fronteiras: o mercado da soja no Cone Sul

  • Valdemar João Wesz Junior Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)

Resumo

Nos últimos anos, a soja se tornou a principal atividade agrícola no Brasil, Argentina, Paraguai, Bolívia e Uruguai, atingindo enormes proporções territoriais e assumindo grande protagonismo econômico e comercial. O objetivo deste artigo é analisar as dinâmicas, os processos e os atores no mercado da soja no Cone Sul, destacando as semelhanças, diferenças, complementaridades e interconexões presentes nos cinco países. Além de uma literatura acadêmica especializada na discussão dos temas abordados, foi feito levantamento e tabulação de dados secundários nos diferentes países e foram coletadas informações em materiais midiáticos. Os resultados apontam para uma elevada similaridade e inter-relação no mercado da soja no Cone Sul, não obstante as diferentes e particulares trajetórias de cada país.

Biografia do Autor

Valdemar João Wesz Junior, Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA)
Doutor e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (CPDA/UFRRJ), com estágio sanduíche na Universidade de Bolonha (Itália), no doutorado de Economia e Estatística Agroalimentar. Graduado em Desenvolvimento Rural e Gestão Agroindustrial na Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS). Atualmente é Professor Adjunto na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), no curso de Desenvolvimento Rural e Segurança Alimentar. Está vinculado ao Observatório de Políticas Públicas para Agricultura (OPPA/CPDA/UFRRJ).
Publicado
2015-12-16