O CDES e a crise: O diálogo social como estratégia de combate à crise econômica de 2008

  • Willyan Alvarez Viégas Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Cristiano Fonseca Monteiro Fonseca Monteiro Professor do Departamento Multidisciplinar do Instituto de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal Fluminense e do Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas Estratégias e Desenvolvimento do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Resumo

Este artigo aborda as estratégias de desenvolvimento formadas com base no diálogo social que surgiram no
contexto de superação das políticas neoliberais no Brasil na primeira década do século XXI. Com base na
análise de documentos do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social relativos aos anos de 2008
e 2009, demonstra-se que medidas relevantes para o enfrentamento da crise econômica mundial iniciada
naquele período tiveram no conselho um espaço privilegiado de elaboração e difusão. Neste sentido, concluise
que arranjos de diálogo social tais como o CDES são relevantes para a construção de estratégias nacionais
de enfrentamento aos desafios do capitalismo globalizado.

Biografia do Autor

Willyan Alvarez Viégas, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mestrando do Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas Estratégias e Desenvolvimento do Instituto de Economia
da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Publicado
2015-05-29