Música Popular, Habitus Profissional e Classe Social: uma análise da trajetória artística de Braguinha

  • Ricardo Augusto Galdino Maciel Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Humanas/ PPGCSO.

Resumo

O presente artigo analisa a trajetória artística e a vida de Carlos Alberto Ferreira Braga - Braguinha, buscando apontar os elementos que permitiram o tipo de carreira desenvolvida por ele.  Viso demonstrar como suas relações sociais e sua herança familiar foram fundamentais para a conformação de um habitus profissional específico, que possibilitou a este artista desenvolver uma carreira de sucesso, contemplando diferentes ramos, como a composição, a produção e editoração musical, a dublagem e a realização de versões de clássicos infantis. A análise de sua longa e abundante produção revela uma das facetas assumidas pelo profissionalismo artístico nos anos 1930, deixando clara a influência da posição social do artista no tipo de inserção que ele poderia obter nas estruturas da nascente indústria musical. Nesse sentido, ressalto como suas características profissionais se relacionam com os fatos e demandas do mercado musical de sua época. De maneira secundária, busco definir como os artistas “bem inseridos”, grupo ao qual Braguinha pertence, ajudaram a configurar um tipo “oficial” de música popular e qual a relação dessa música com o processo de instalação das estruturas comerciais de circulação musical no período em questão.

Biografia do Autor

Ricardo Augusto Galdino Maciel, Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Humanas/ PPGCSO.
Mestrando do PPGCSO – UFJF Email:
Publicado
2015-03-26