O maremoto do Realismo Crítico

  • Frédéric Vandenberghe IESP - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Resumo

Neste artigo propõe-se apresentar uma reconstrução sistemática do realismo crítico (parte 1) e exporos rudimentos do realismo metacrítico (parte 2). Como um tributo a Roy Bhaskar, vou primeiramenteapresentar uma reconstrução sistemática do realismo crítico e seguir o deslocamento do seu sistema
losó co através de suas “três ondas”. Em minha concepção, a contribuição histórico-mundial deBhaskar para a loso a ocidental consiste, sobretudo, em sua crítica de nitiva do positivismo.Portanto, darei mais atenção a primeira onda de realismo crítico do que às outras duas (o realismocrítico dialético e a loso a da meta-Realidade). Em diálogo contínuo com a sociologia neo-clássica,
mostrarei como Habermas, Giddens, Bourdieu e Luhmann convergem com o realismo crítico em suarejeição ao positivismo. Com Habermas e Giddens, apresentarei a hermenêutica, como uma versão idealista do realismo crítico e introduzirei a “hermenêutica crítica” como uma alternativa realista para
o pós-estruturalismo. Seguindo o sucessivo deslocamento do realismo crítico através de suas váriasencarnações, irei progressivamente me afastar do realismo crítico extremista e suavemente questionara distinção entre as dimensões transitiva e intransitiva do conhecimento.

Publicado
2014-09-09