Passaporte cultural e político: observações sobre a inserção das religiões no espaço público escolar

  • Maria Edi da Silva

Resumo

Utilizando a escola pública como campo empírico, o objetivo do trabalho é intensificar o debate sobre a pluralidade religiosa existente nesse espaço e, analisando através dos Ciclos Festivos, compreender a interação/sociabilidade dos agentes envolvidos no contexto. As festas escolares, historicamente construídas sobre elementos religiosos, são momentos privilegiados de vivência coletiva, atitudes reivindicatórias e busca por reconhecimento. A reconfiguração das festas nos faz pensar nos objetivos desses momentos, na interação dos agentes, como são representados e respeitados na sua identidade religiosa.
Palavras-chave: escola, religião, reconhecimento.

Publicado
2013-03-15