Refletindo sobre causas para o descompasso entre a formação docente e as demandas do aluno de educação básica

  • Alessandra Baldo

Resumo

Neste texto, relato minha mais recente experiência como supervisora de estágio de docência em língua inglesa, com o objetivo principal de avaliar em que medida os professores em formação empregaram, em suas atividades de práticas de linguagem propostas em sala de aula, as contribuições do Interacionismo Sodiodiscursivo e das teorias de gênros textuais/discursivos. Para tanto, dois planos de aula dos estagiários aplicados a alunos de educação básica de escolas públicas foram analisados. O resultado da análise apontou para a ausência da aplicação de referenciais teóricos sólidos na prática docente dos estagiários Avalio aqui as possíveis causas para tal situação, com base no Parecer CNE/CP 9/2001 e na Lei 11.788 do Governo Federal, que legisla sobre os estágios. Apesar de o cenário de pouco alento aqui mostrado, espera-se que as conclusões advindas desta reflexão consigam indicar maneiras de transformá-lo.

Publicado
2019-09-13
Seção
Seção 3 – ISD e formação docente: trabalho, concepções e representações