Parâmetros de analgesia elétrica pós cesariana: revisão da literatura

  • Nathalia de Souza Abreu
Palavras-chave: Fisioterapia, Modalidades de Fisioterapia, Parto Cirúrgico, Dor, Parto

Resumo

Considerando a importância de melhor fundamentar a atenção fisioterapêutica relativa à analgesia por TENS, empreendeu-se à revisão da literatura. O presente estudo caracteriza-se como revisão sistemática da literatura abrangendo publicações indexadas nas bases de dados Scielo e Medline entre os anos de 1998 e 2009. Os critérios de inclusão foram ensaios clínicos disponibilizados na íntegra, em língua portuguesa ou inglesa, cuja amostra fosse composta por mulheres com idade entre 19 e 44 anos. Somente três estudos atenderam aos critérios de inclusão. Foram constadas inconsistências metodológicas, o que impossibilitou a determinação dos parâmetros de TENS mais indicados para analgesia na assistência obstétrica. Infere-se, portanto, que os poucos fisioterapeutas que atuam nesta área, quando se utilizam da TENS para analgesia o fazem baseados em evidências clínicas, visto que as científicas são ainda pouco conclusivas. Este fato reforça a necessidade de estudos experimentais. Neste sentido, cuidado especial deve haver na escolha dos parâmetros de eletroestimulação para analgesia na assistência obstétrica.

Biografia do Autor

Nathalia de Souza Abreu

Fisioterapeuta, professora da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora e da Universidade Salgado de Oliveira, campus Juiz de Fora. Doutoranda em Saúde Brasileira pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

Publicado
2014-12-13
Seção
Artigo de Revisão