Evidências de validade da Escala de Engajamento de Professores da educação básica

Palavras-chave: Engajamento, Educação básica pública, Professores

Resumo

O engajamento no trabalho relaciona-se à natureza cognitiva e efetiva, colaborando nas conexões entre os trabalhadores e suas atividades. Este estudo objetivou evidenciar a validade da escala (UWES-9) deste construto, por meio de análises de estrutura interna, de variância das médias entre os grupos e variáveis convergentes. A amostra constituiu-se de 528 professores da Educação Básica Estadual Pública de Goiás. Os testes dos modelos indicaram que a estrutura unidimensional obteve melhor ajuste. Sobretudo, a escala apresentou correlações positivas com comportamentos relativos às distribuições, processos e inter-relacionamentos associados ao trabalho. As propriedades psicométricas do instrumento recomendam seu uso futuro em investigações destinadas a avaliar o engajamento no trabalho em amostras com professores.

Palavras-chave: Engajamento; Educação Básica Pública; Professores.

Biografia do Autor

Helenides Mendonça, Pontifícia Universidade Católica de Goiás

Pós-doutorado no Instituto Universitário de Lisboa – ISCTE/IUL. Doutora em Psicologia pela Universidade de Brasília. Mestra em Filosofia Política pela UFG. Graduada em Psicologia pela UFG. Professora titular da Pontifícia Universidade Católica de Goiás. E-mail: <helenides@gmail.com>. ORCID: http://orcid.org/0000-0003-3990-5432

Publicado
2020-03-16