O Humor Irônico dos Contratempos Políticos na websérie Porta dos Fundos

Autores

  • Carla Montuori Fernandes Docente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura das Mídias - Universidade Paulista
  • Patrícia Cristina de Lima Universidade Paulista (UNIP)

DOI:

https://doi.org/10.34019/1981-4070.2017.v11.21377

Palavras-chave:

política, humor, internet, Porta dos Fundos

Resumo

Este artigo tem como objetivo investigar a relação entre humor e política com base na websérie brasileira do grupo humorístico Porta dos Fundos, analisando como seus conteúdos representam os eventos políticos e seus personagens no período de mandato da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). O recorte para pesquisa se inicia com as manifestações sociais de junho de 2013 e se encerra no desdobramento da crise política, com o início da votação do impeachment na Câmara dos Deputados, em abril de 2016. Como metodologia, foi definida a análise de conteúdo de Laurence Bardin (2011), aplicada nos seis episódios selecionados do grupo cuja temática central era o cenário político. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Montuori Fernandes, Docente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura das Mídias - Universidade Paulista

Doutora e Pós-Doutora em Ciências Sociais pela Pontificia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). É docente do programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura das Mídias da Universidade Paulista (UNIP). Atua como pesquisadora do Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política (NEAMP) da PUC-SP

Patrícia Cristina de Lima, Universidade Paulista (UNIP)

Mestre em Comunicação pela Universidade Paulista (UNIP). Atualmente é Docente do Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: 70, 2011.
BERGSON, Henri. O riso. Rio de Janeiro: Zahar, 1983.
FREUD, Sigmund. O humor (1927). In: Edição Standart das ObrasCompletas de Sigmund Freud. v. 21, Rio de Janeiro: Imago, 1977, p.189-194.
HELITZER, Mel ; SHATZ, Mark. Como escrever humor. Rio de Janeiro: Gryphus, 2014.
JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2009.
MAGALHÃES, Helena Maria G.. [...] e o negro amarelou: um estudo sobre o humor negro verbal brasileiro. Tese (Doutorado em Letras). Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, 2008.
PASQUALIN, Vera da Cunha. Os desafios da produção midiática na década de 1940: o caso do artista-comunicador José Medina. Trabalho apresentado no 10º Encontro Internacional de Música e Mídia. São Paulo, 2014.
PENTEADO, Cláudio; GUERBALI, João Guilherme. As manifestações do impeachment no Twitter: uma análise sobre as manifestações de 2015. Revista Ponto e Vírgula, n. 19 - p. 23 a 43- 2016.
PETRY, Michele Bete. O corpo nas expressões gráficas de humor: Dilma Rousseff e a política brasileira contemporânea. Curitiba: Editora CRV, 2013.
SANTOS, Wanderley Guilherme dos. Regresso. Máscaras institucionais do liberalismo oligárquico. Rio de Janeiro: Opera Nostra, 1999.
SANTOS, Roberto Elisio dos.; ROSSETTI, Regina. Humor e riso na cultura midiática: variações e permanências. São Paulo: Paulinas, 2012.
SIMÕES, Alex Caldas. 170 de caricatura no Brasil: Personagens, temas e fatos. Revista Linguagens, v. 15 – p. 1 a 19 - 2010.
SOARES, Murilo César. Representações, jornalismo e a esfera pública democrática. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2007.
STAM, Robert. Bakhtin: da teoria literária à cultura de massa. São Paulo: Ática, 1992.
SLAVUTZKY, Abrão. Humor é coisa séria. Porto Alegre: Arquipélago Editorial, 2014.

Downloads

Publicado

2017-04-30

Como Citar

FERNANDES, C. M.; DE LIMA, P. C. O Humor Irônico dos Contratempos Políticos na websérie Porta dos Fundos. Lumina, [S. l.], v. 11, n. 1, 2017. DOI: 10.34019/1981-4070.2017.v11.21377. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/lumina/article/view/21377. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: Entretenimento Digital: Meios e Processos do Lúdico na Cultura Contemporânea