Rio de estereótipos: sobre o carioca e a cidade no documentário seriado norte-americano No reservations

  • Ricardo Ferreira Freitas Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ
  • Ana Teresa Gotardo UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro UFF - Universidade Federal Fluminense
Palavras-chave: representações, cidade, estereótipos, consumo, televisão.

Resumo

Este trabalho analisa as representações do carioca e do Rio de Janeiro no documentário seriado sobre turismo No Reservations, de origem estadunidense, apresentado por Anthony Bourdain. Baseadas em imaginários estereotipados, as narrativas constroem verdades sobre identidades culturais e nacionais, sobre as formas de "ser carioca" e de consumir a cidade sob uma ótica Moderna. Enquanto as praias e paisagens paradisíacas dominam um Rio de Janeiro de consumo turístico internacional e o carioca se apresenta como o homem branco que vivem em função da praia, a favela se apresenta como lugar a ser civilizado, dos não-cariocas, onde o maior desafio cabe a um poder institucionalizado: diminuir as diferenças para construir uma vida desejável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Ferreira Freitas, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ

Professor Associado da Faculdade de Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ.

Ana Teresa Gotardo, UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro UFF - Universidade Federal Fluminense
Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UERJ. Mestre em Comunicação pela UERJ. Relações Públicas na Superintendência de Comunicação Social da UFF. Especialista em Marketing Estratégico pela PUC-RS. Graduada em Comunicação Social - Relações Públicas pela UFRGS.

Referências

AMANCIO, Tunico. O Brasil dos gringos: imagens no cinema. Niterói: Intertexto, 2000.
APPADURAI, Arjun. Soberania sem territorialidade. Novos Estudos (CEBRAP), n.49, p.33-46, nov.1997.
CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.
ELIAS, Norbert. O processo civilizador: uma história dos costumes. Vol. 1. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed, 1994.
FREIRE FILHO, João; HERSCHMANN, Micael; PAIVA, Raquel. Rio de Janeiro: estereótipos e representações midiáticas. E-Compós. Brasília, vol. 1, 2004. Disponível em: . Acesso em 26 mai 2014.
FREITAS, Ricardo Ferreira; LINS, Flávio; SANTOS, Maria Helena Carmo dos. Brasil em 8 minutos: a (re)apresentação do país na cerimônia de encerramento da Olimpíada 2012. In: XXII COMPÓS, 2013, Salvador, BA. Anais da XXII COMPÓS. Disponível em: . Acesso em: 11 jan. 2014.
HELLER, Agnes. O cotidiano e a História. 2ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.
KELLNER, Douglas. A cultura da mídia. Bauru, SP: EDUSC, 2001.
LIPPMANN, Walter. Public Opinion. New Jersey: Transaction Publishers, 1998.
MARTÍN-BARBERO, Jesús. Dos meios às mediações: comunicação, cultura e hegemonia. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 2003.
MORAES, Dênis de. A batalha da mídia. Rio de Janeiro: Pão e Rosas, 2009.
MOSCOVICI, Serge. Representações sociais: investigações em psicologia social. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.
MUSSE, Christina Ferraz. Cultura, televisão e imaginário urbano. Matrizes, São Paulo, ano 7, nº 1, p.223-234, jan./jun. 2013. Disponível em: < http://www.matrizes.usp.br/index.php/ matrizes/article/viewFile/254/pdf>. Acesso em 07 jul. 2014.
Publicado
2016-04-29
Como Citar
FREITAS, R. F.; GOTARDO, A. T. Rio de estereótipos: sobre o carioca e a cidade no documentário seriado norte-americano No reservations. Lumina, v. 10, n. 1, 29 abr. 2016.
Seção
Artigos