Gastronomia midiática: reality shows e a estetização da comida na TV

  • Renata Rezende Universidade Federal Fluminense
  • Eleonora Leite Costa Lavinas Universidade Federal Fluminense
Palavras-chave: Mídia. Cotidiano. Gastronomia. Produção televisiva. Espetáculo. Reality Show.

Resumo

Este artigo pertence a uma pesquisa ampliada sobre a forma como o tema culinária/gastronomia é apropriado e enquadrado pela mídia televisiva brasileira na atualidade. Se, há algumas décadas, a comida era apresentada na TV como um conjunto de técnicas e práticas culinárias elementares (como o passo a passo de uma receita, por exemplo), hoje o tema parece ter sido ampliado significativamente. Como percurso metodológico, realizamos um mapeamento das produções televisivas, cuja temática é pautada na culinária/gastronomia e, na sequência, por meio de observação simples, um enquadramento das produções, a partir de tipologias. O objetivo é problematizar a forma como se desenvolve a construção narrativa gastronômica na contemporaneidade midiática tendo como recorte particular o gênero televisivo reality show (o qual enquadramos também como tipologia), relacionando-a à estetização da vida contemporânea e ao culto ao espetáculo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Rezende, Universidade Federal Fluminense

Professora do Departamento de Comunicação Social e do Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano da Universidade Federal Fluminense (UFF). Pós-Doutora em Comunicação. Doutora e mestre em Comunicação e imagem. Pesquisadora do MULTIS – Núcleo de Estudos e Experimentações do Audiovisual e Multimídia e coordenadora do LEA – Laboratório de Experimentos Audiovisuais (www.lea.uff.br). 

Eleonora Leite Costa Lavinas, Universidade Federal Fluminense

Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano, Universidade Federal Fluminense. Publicitária pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), com especialização em Marketing pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais ( IBMEC- Rio). Pesquisadora do Multis /Núcleo de Estudos e Experimentações do Audiovisual e Multimídia. 

Referências

ARONCHI DE SOUZA, José Carlos. Gêneros e Formatos na Televisão Brasileira. São Paulo, Summus, 2004.

BARBOSA, Marialva. Percursos do olhar: comunicação, narrativa e memória. Niterói: EdUFF, 2007.

BAUMAN, Zygmunt. Medo Líquido. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

BOURDIEU, Pierre. Coisas Ditas. São Paulo: Editora Brasiliense, 2004.

CAMPBELL, Colin. A Ética Romântica e o Espírito do Consumismo Moderno. Rio de Janeiro: Rocco, 2001.

CERTEAU, Michel de; GIARD, Luce; MAYOL, Pierre. A invenção do cotidiano 2, morar, cozinhar. Petrópolis: Artes de Fazer, 1996.

DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo. Rio de janeiro: Contraponto, 1997.

DÓRIA, Carlos Alberto. O que é a gastronomia hoje? Revista Cult. Edições 198 FEV/ 2015.

GODOY, Arilda Schmidt. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. RAE - Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 2, p. 57-63, 1995. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2016.

HALL, Stuart. DA Diáspora: identidades e mediações culturais. 2.ed.- Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013.

________. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.

HELLER, Agnes. O cotidiano e a história. São Paulo: Paz e Terra, 2008.

HENRIQUES, Paulo. Em tempos de espetacularização. O Globo, Rio de Janeiro, 5 dez. 2015, Caderno Ela Gourmet, p. 4.

JAGUARIBE, Beatriz. Ficções do real: notas sobre as estéticas do realismo e pedagogias do olhar na América Latina. Ciberlegenda, 2010. Disponível em: . Acesso em: 14 dez. 2017.

JAGUARIBE, Beatriz. O Choque do real. Estética, mídia e cultura. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2007.

JOST, François. Compreender a televisão. Porto Alegre: Sulina, 2007.

LIPOVETSKY, Gilles. A Felicidade Paradoxal: Ensaio sobre a sociedade do hiperconsumo. Portugal: Edições 70, 2010.

_______________. & SERROY, Jean. A tela global: mídias culturais e cinema na era da hipermodernidade. Porto Alegre, Sulina, 2009.

________________. A estetização do mundo: viver na era do capitalismo artista. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

MONTANARI, Massimo. Comida como cultura. 2. ed. São Paulo: Editora Senac, 2013.

NOVAES, Adauto (org). Muito além do espetáculo. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2005.

POULAIN, JP. Sociologias da Alimentação: os comedores e o espaço social alimentar. 2.ed. Florianópolis: Editora da UFSC, 2013.

RÚDIO, F. Introdução ao Projeto de Pesquisa, Petrópolis, 2002.

SODRÉ, Muniz. O monopólio da fala: função e linguagem da televisão no Brasil. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 1999.

VARGAS LLOSA, Mario. A civilização do espetáculo: uma radiografia do nosso tempo e da nossa cultura. 1.ed.- Rio de Janeiro: Objetiva, 2013.
Publicado
2017-12-30
Como Citar
REZENDE, R.; LAVINAS, E. L. C. Gastronomia midiática: reality shows e a estetização da comida na TV. Lumina, v. 11, n. 3, p. 75-94, 30 dez. 2017.
Seção
Artigos