A realidade da seta em figuras televisivas do tempo

Autores

  • Suzana Kilpp

DOI:

https://doi.org/10.34019/1981-4070.2010.v4.20923

Palavras-chave:

tempo real, Henri Bergson, imaginários de tempo

Resumo

O artigo aponta e autentica comparecimentos de figuras de tempo seta na televisão e problematiza os sentidos que a ele são conferidos nas moldurações televisivas. Confronta tempos cronológicos e tempos cronométricos, indistintamente enunciados pelas emissoras como seta. Conjetura sobre uma aparente enunciação de tempos lineares e uma impensada coalescência de tempos. Conjetura também sobre as funções do tempo seta na organização da programação de emissoras afiliadas ao sistema NET; e conclui sobre a importância de a pesquisa refletir, a partir de proposições de Henri Bergson, sobre eventuais implicações de enunciações televisuais de tempo seta na invenção de um imaginário social de tempo real. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-12-27

Como Citar

KILPP, S. A realidade da seta em figuras televisivas do tempo. Lumina, [S. l.], v. 4, n. 2, 2010. DOI: 10.34019/1981-4070.2010.v4.20923. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/lumina/article/view/20923. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos