Frequência de endometriose pélvica em pacientes submetidas à videolaparoscopia por dor pélvica crônica

Autores

  • Juliana Barroso Zimmermmann
  • Marília Guimarães Quirino Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Daniel Sad Silveira Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Dulciana Maria Ferreira Pena Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Monique Policiano Pereira Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Sebastião Guerra Zimmermmann Universidade Federal de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Endometriose, Laparoscopia, Dor pélvica

Resumo

A endometriose consiste na presença de tecido endometriótico fora da cavidade uterina. O diagnóstico pode ser suspeitado pela clínica da paciente, porém exames complementares auxiliam ao diagnóstico. Objetivando avaliar a freqüência de endometriose em pacientes com dor pélvica crônica foram estudadas 120 pacientes submetidas à videolaparoscopia para diagnóstico. Os achados ultrassonográficos foram associados aos achados videolaparoscópicos e aos da histopatologia. Identificou-se 38% das pacientes com endometriose sendo que destas, a endometriose mínima foi encontrada em 52%, a leve em 24%, a moderada em 15% e a grave em 9%. Outros achados encontrados foram: pelve normal em 12%, aderências em 25%, varizes em 18%, e outros achados em 7%. A sensibilidade da ultrassonografia para detecção dos casos leves foi baixa (14,7%), enquanto que esse valor aumentou com a gravidade da doença (72,7%). Conclui-se que a endometriose é uma patologia comum e associada aos quadros de dor pélvica crônica. A ultrassonografia normal não exclui a doença, principalmente nos casos mínimos e leves.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marília Guimarães Quirino, Universidade Federal de Juiz de Fora

Residente do terceiro ano de Ginecologia e Obstetrícia da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Daniel Sad Silveira, Universidade Federal de Juiz de Fora

Residente do segundo ano de Ginecologia e Obstetrícia da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Dulciana Maria Ferreira Pena, Universidade Federal de Juiz de Fora

Residente do terceiro ano de Ginecologia e Obstetrícia da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Monique Policiano Pereira, Universidade Federal de Juiz de Fora

Residente do terceiro ano de Ginecologia e Obstetrícia da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Sebastião Guerra Zimmermmann, Universidade Federal de Juiz de Fora

Professor da Disciplina Saúde da Mulher da universidade Federal de Juiz de Fora

Downloads

Publicado

2011-02-08

Como Citar

1.
Zimmermmann JB, Quirino MG, Silveira DS, Pena DMF, Pereira MP, Zimmermmann SG. Frequência de endometriose pélvica em pacientes submetidas à videolaparoscopia por dor pélvica crônica. hu rev [Internet]. 8º de fevereiro de 2011 [citado 14º de agosto de 2022];36(3). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/1052

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)