ANÁLISE ESPACIAL DO ACESSO À EDUCAÇÃO PÚBLICA BÁSICA EM MONTES CLAROS/MG

  • Rik Ferreira Alves UNIMONTES
  • Luara Martins Oliva Santos Universidade Estadual de Montes Claros
  • Iara Soares de França Universidade Estadual de Montes Claros
  • Marcos Esdras Leite Universidade Estadual de Montes Claros

Resumo

Montes Claros é uma cidade média do Norte de Minas Gerais que passou por um acelerado processo de expansão a partir da década de 1970. Nos últimos 50 anos, fatores como a ampliação da centralidade regional e o aumento da especulação imobiliária contribuíram para uma rápida e desigual ampliação do seu espaço urbano. Nesse sentido, este artigo tem como objetivo compreender a distribuição das escolas públicas na cidade de Montes Claros e a demanda por este serviço. Para tanto, a hipótese neste trabalho ponta que a oferta de ensino público é mais desigual conforme se afasta da área central da cidade. Esta pesquisa utilizou de métodos quantitativos para o levantamento e caracterização das variáveis agregadas às regiões de planejamento e lançou mão de fontes secundárias para contextualizar os resultados. Revela-se uma alta concentração de escolas em poucas regiões que polarizam as demais.

Biografia do Autor

Luara Martins Oliva Santos, Universidade Estadual de Montes Claros

Mestranda em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Montes Claros. Bacharel em Engenharia Civil pela Universidade Estadual de Montes Claros.

Iara Soares de França, Universidade Estadual de Montes Claros

Docente do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Montes Claros. Doutora em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia.

Marcos Esdras Leite, Universidade Estadual de Montes Claros

Docente do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Montes Claros. Doutor em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia.

Publicado
2020-12-04