“Sai do meu país!” x “não vou embora”: Análise de práticas discursivas de ataque e de resistência a partir da ótica dos estudos da fala-em-interação social

Autores

  • CARLOS GUSTAVO CAMILLO PEREIRA PUC-Rio

Resumo

Este artigo apresenta uma análise de uma interação xenófoba entre um refugiado no Brasil e outros três cidadãos brasileiros. Assim, intenta-se compreender como as relações de poder, as hegemonias, as apresentações de si são materializadas na referida durante a interação social. Para a condução da análise, são utilizados os pressupostos da Análise da Conversa Etnometodológica e da Análise Crítica do Discurso. Os resultados apontam as práticas de ataques são realizadas por meio de recursos macrodiscursivos, ao passo que a defesa é feita a partir de uma perspectiva microdiscursiva. Além disso, evidencia-se a existência de crenças preconceituosas sobre a pessoa em situação de refúgio, a qual é discursivamente construída como um indivíduo cuja finalidade é aumentar a competição no mercado de trabalho ou, até mesmo, roubar direitos sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-03-17

Edição

Seção

Artigos