Transparência semântica e mudança linguística: Renegociando a arbitrariedade

  • Thiago Oliveira da Motta Sampaio
  • Marília Uchoa Cavalcanti Lott de Moraes Costa
  • Daniela Cid de Garcia

Resumo

Este artigo tem por objetivo fazer uma reflexão sobre arbitrariedade do signo na formação das palavras, trazendo intuições sobre um dos processos que caracterizam a mudança linguística. A partir de uma análise trilíngue apresentaremos o modelo da Morfologia Distribuída (HARLEY & NOYER, 1999) como um aparato teórico eficiente para abarcar fenômenos relacionados à formação de palavras, uma vez que diferencia as informações idiossincráticas das informações computacionais.

Publicado
2019-06-16
Seção
Artigos