Implicações de uma análise linguística variacionista a partir de uma perspectiva discursivo-pragmática: um estudo inicial sobre o futuro no português brasileiro

  • Priscila Teixeira Matos
  • Rogéria Tarocco dos Santos
Palavras-chave: Futuridade no português brasileiro, Sociolinguística Variacionista, Equivalência semântica, Variação discursiva

Resumo

O presente trabalho investiga a expressão de futuridade no português brasileiro. Temos como objetivo verificar as implicações teóricas de uma análise pautada na Sociolinguística Variacionista, levando em consideração, nesse sentido, aspectos discursivo-pragmáticos. Com base em um confronto teórico entre as postulações de Labov (1972) e Lavandera (1978), analisamos dados de fala que compõem o corpus NURC/RJ a fim de avaliar se haveria
equivalência semântica entre as variantes avaliadas. Conforme demonstramos, a realização de uma análise qualitativa – paralelamente à análise quantitativa efetuada – torna-se extremamente relevante quando pretendemos tratar a ocorrência da variação linguística sob a perspectiva discursivo-pragmática.

Publicado
2019-06-15
Seção
Artigos