A historiografia sobre a política externa de Getúlio Vargas entre 1930 e 1945: uma problematização

Autores

  • Filipe Queiroz de Campos Universidade Federal de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Getúlio Vargas, política externa, diplomacia, relações internacionais.

Resumo

a literatura especializada a respeito da política externa de Getúlio Vargas, entre 1930 e 1945, segue duas grandes tendências. Na primeira, há a construção de um conhecimento geral sobre os fatos e a ordem cronológica dos eventos diplomáticos que constituíram a política externa do Brasil, enfatizando a chamada “equidistância pragmática” de Vargas, sua habilidade de jogar com os interesses internacionais entre o lado democrático e o lado dos Estados autoritários, no prelúdio da Segunda Guerra. Esta tendência também valoriza a importância de diplomatas e Ministros as Relações Exteriores no processo de decisões de política externa. Uma segunda tendência é a mais recente: aquela que busca reinterpretar ou revisar o período. Nesta, há aqueles que revisam o conceito de “equidistância pragmática” e aqueles que atribuem menor autonomia aos ministros e diplomatas do presidente.   O objetivo deste artigo é o de fazer um balanço destas produções acadêmicas, bem como problematizar a respeito das mais recentes produções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABREU, Marcelo de Paiva. A ordem do Progresso: Cem anos de Política Econômica Republicana, 1889-1989. Rio de Janeiro: Campus, 1995.

ALMEIDA, Paulo Roberto de. Na continuidade do Estadismo de Rio Branco. In: PIMENTEL, José Vicente de Sá. Pensamento Diplomático Brasileiro: formuladores e agentes da política externa. 3v. Brasília: FUNAG, 2013.

ALVES, Vágner Camilo. O Brasil e a Segunda Guerra Mundial: história de um envolvimento

BANDEIRA, Luiz Alberto Moniz. Presença dos EUA no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007.

BARRETO, Fernando de Melo. Os sucessores do Barão (1912-1964). Relações Exteriores do Brasil. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

CAMARGO, Aspásia; DE ARAÚJO, João Hermes Pereira; SIMONSEN, Mário Henrique. Oswaldo Aranha: a estrela da revolução. Editora Mandarim, 1996.

CERVO, Amado Luiz; BUENO, Clodoaldo. História da política exterior do Brasil. Universidade de Brasília, 2002.

D'ARAUJO, Maria Celina. O Estado novo. Editora Schwarcz-Companhia das Letras, 2000.

DE ABREU, Alzira Alves. Dicionário histórico-biográfico da Primeira República (1889-1930). Editora FGV, 2015.

DE OLIVEIRA, Dennison. Aliança Brasil-EUA: nova história do Brasil na segunda guerra mundial. Juruá Editora, 2015.

FAUSTO, Boris. A Vida Política. In: CASTRO GOMES, Angela (coord.). História do Brasil Nação. Volume 4: Olhando para Dentro (1930-1964). Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2013.

FERREIRA, Jorge. Queremos vingança”. O afundamento de navios brasileiros pelo submarino alemão U-507 e as reações populares no Rio de Janeiro. Dossiê Ensino de História. UFF. v. 8, n. 15 (2017).

FERREIRA, Jorge; DELGADO, Lucília. Os anos 1930: as incertezas do regime. O Brasil Republicano. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, v. 3, p. 15-37, 2003.

FERRER, Jorge Luiz Pereira; Zhebit, Alexander, orient. Análise das políticas externas da Argentina e do Brasil em realção à Alemanha, à Itália e aos Estados Unidos da América durante a segunda guerra mundial (1939-1945). Rio de Janeiro: UFRJ, 2013.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Trad. de Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

HILTON, Stanley. Afrânio de Melo Franco: a consolidação da estratégia de política externa. In: PIMENTEL, José Vicente de Sá. Pensamento diplomático brasileiro: formuladores e agentes da política externa (1750-1950). Brasília: FUNAG, 2013.

HILTON, Stanley. O Brasil e as Grandes Potências: os aspectos políticos da rivalidade comercial (1930-1939). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1977.

HILTON, Stanley. Brazil and the Soviet challenge, 1917–1947. University of Texas Press, 2010.

HOBSBAWM, Eric. Nações e nacionalismo desde 1780. Rio de Janeiro: Paz e terra, 2008.

HOBSBAWM, Eric. A era dos impérios: 1875-1914. Editora Paz e Terra, 2015.

KOIFMAN, Fábio. "O governo Vargas e a política externa brasileira (1930-1945). In: FERREIRA, Jorge (org.) O Brasil Republicano. O tempo do nacional-estatismo: do início da década de 1930 ao apogeu do Estado Novo 1930-1945. Segunda República 1930-1945. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2019.

KOIFMAN, Fábio. Imigrante ideal: o ministério da justiça e o aperfeiçoamento da raça (1941-1945). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.

KOIFMAN, Fábio. Quixote nas trevas: o embaixador Souza Dantas e os refugiados do nazismo. Editora Record, 2002.

LORENZO, Helena Carvalho de. A década de 1920 e as origens do Brasil moderno. São Paulo: UNESP, 1997.

MATTOS, Hebe. A Vida Política. In: SHWARCZ, Lilia Mortiz. (coord.). História do Brasil Nação. Volume 3: Olhando para Dentro (1930-1964). Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2013.

MILZA, Pierre. Política Interna e Política Externa. In: RENÉ, Remond. Por uma História Política. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003.

MOURA, Gerson. Neutralidade dependente: o caso do Brasil, 1939-4. Estudos Históricos. Rio de Janeiro: vol. 6, n. 12, 1993.

OLIVEIRA, Jônatan Coutinho da Silva. Oswaldo Aranha e a Política Externa Brasileira (1938-1944): o chanceler de Vargas no contexto da Segunda Guerra Mundial. Rio de Janeiro: Autografia, 2020.

PANDOLFI, Dulce Chaves. Os anos 1930: as incertezas do regime. In: FERREIRA, Jorge (org.) O Brasil Republicano. O tempo do nacional-estatismo: do início da década de 1930 ao apogeu do Estado Novo 1930-1945. Segunda República 1930-1945. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2019.

RENOUVIN, Pierre & DUROSELLE, Jean Baptiste. Uma introdução à História das Relações Internacionais. São Paulo: Difel, 1974.

RICUPERO, Rubens. A Diplomacia na Construção do Brasil 1750-2016. Rio de Janeiro: Versal Editores, 2017.

SARAIVA, José Flávio Sombra. História das Relações Internacionais Contemporâneas. São Paulo: Saraiva, 2006.

SARAIVA, José Flávio Sombra. Is it Possibile to Establish a Casual Nexus Between Foreign Policy and Political Regime? In: SARAIVA, José Sombra (Ed.) Foreign and Political Regime. Brasília: IBRI, 2003.

SEITENFUS, Ricardo Antônio S. O Brasil de Getúlio Vargas e a Formação dos Blocos: o Processo de Envolvimento Brasileiro na II Guerra Mundial. São Paulo: Cia. Ed. Nacional, 1985.

SILVA, Hélio. O ciclo de Vargas: 1922, Sangue na areia de Copacabana. Editôra Civilização Brasileira, 1964.

VISCARDI, Cláudia. O teatro das oligarquias: uma revisão da “política do café com leite”. Belo Horizonte: Fino Traço, 2012.

VISENTINI, Paulo Fagundes. A Projeção Internacional do Brasil: 1930-2012. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.

Downloads

Publicado

2022-12-27

Como Citar

(1)
Queiroz de Campos, F. A Historiografia Sobre a política Externa De Getúlio Vargas Entre 1930 E 1945: Uma problematização. FDC 2022, 8, 235-255.