As Imagens como tomadas de posição

Uma análise da caricatura política na revista O Malho (1902-1906)

Palavras-chave: Caricatura, Imagem, O Malho

Resumo

Propõe-se, aqui, investigar as relações editoriais, ideológicas e estilísticas estabelecidas entre as imagens publicadas n’O Malho e seus produtores no contexto do “Bota-Abaixo” (1902-1906). Defende-se a sobreposição das disputas políticas às estéticas que, através da mobilização do “gosto” ou do “belo”, impunham ideais específicos de “civilização” e “progresso” ao projeto urbano da cidade do Rio de Janeiro na Primeira República. Dispõe-se de 682 imagens e da análise de trajetória de 45 agentes, dentre proprietários, dirigentes e colaboradores da revista, localizados a partir de suas assinaturas nos desenhos coletados. Os resultados apontam para uma vinculação profunda entre os campos da arte, da intelectualidade e da política, para além de um reposicionamento da revista no espaço da imprensa da época: de um jornalismo “de combate” às práticas de manutenção do status de dominação.

Biografia do Autor

Janine Figueiredo de Souza Justen, UFRJ

Bacharel em Comunicação Social - Jornalismo pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO/UFRJ). Mestre e doutora em Comunicação e Cultura também pela ECO/UFRJ, com doutorado sanduíche pelo Institut d'Études Politiques de Paris (Sciences Po). 

Referências

AMARAL, Marcia. Jornalismo Popular. São Paulo: Ed. Contexto, 2011.
AZEVEDO, André. A Grande Reforma Urbana do Rio de Janeiro: Pereira Passos, Rodrigues Alves e as ideias de civilização e progresso. Rio de Janeiro: Mauad X, 2016.
BARBOSA, Marialva. História da Comunicação no Brasil. Petrópolis: Vozes, 2013.
BARBOSA, Marialva. História cultural da imprensa: Brasil, 1900-2000. Rio de Janeiro: Mauad X, 2007.
COLLOVALD, Annie. Identité(s) stratégique(s). Actes de la Recherche en Sciences Sociales, V.73, 1988, pp.29-40.
CORADINI, Odaci L. Grandes Famílias e "Elite Profissional" na Medicina no Brasil. Revista História, Ciências, Saúde - Manguinhos, III (3), pp. 425-466, fev/1997.
DE LUCA, Tania Regina. Leituras, projetos e (re)vista(s) do Brasil (1916-1944). São Paulo: Editora Unesp, 2011.
NOME OCULTADO. Título ocultado. Tese de doutorado. Informações ocultadas.
LIMA, Herman. História da caricatura no Brasil. Vol. 3. Rio de Janeiro: José Olympio, 1963.
LOREDANO, Cássio. O Vidente Míope. J. Carlos n’O Malho (1922-1930). Rio de Janeiro: Folha Seca, 2007.
LUSTOSA, Isabel. Roteiro para Herman Lima. Catálogo da exposição "Outros céus, outros mares", comemorativa do centenário de Herman Lima, realizada na Casa de Rui Barbosa de 5 de novembro a 4 de janeiro de 1998.
LUSTOSA, Isabel. Humor e política na Primeira República. Revista USP, n.53, nov/1989.
MARQUES, Eduardo. Da higiene à construção da cidade: o Estado e o saneamento no Rio de Janeiro. Revista História, Ciências, Saúde - Manguinhos, II (2), jul-out/1995.
MATTOS, Rômulo. Pelos pobres! As campanhas pela construção de habitações populares e o discurso sobre as favelas na Primeira República. Tese de Doutorado em História Social. Curso de Pós-Graduação em História, Universidade Federal Fluminense, 2008.
MORAES, D. Comunicação, Hegemonia e Contra-Hegemonia: A contribuição teórica de Gramsci. Revista Debates, Porto Alegre, v.4, n.1, p.54-77, jan-jun/2010.
PETRARCA, Fernanda. Por uma sociologia histórica do jornalismo no Brasil. VI Encontro de Pesquisadores da História da Mídia, ALCAR, 2008.
QUEIROZ, R. História da caricatura no Brasil: um fardo nobre, cheio de memória e pertencimento. Dissertação de mestrado. Programa de Pós-Graduação em Memória Social da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UniRio, 2010.
RODRIGUES, A. E. História da Urbanização no Rio de Janeiro – A cidade capital do século XX. In: CARNEIRO; SANDRA; SANT’ANNA (Orgs.). Cidade: olhares e trajetórias. Rio de Janeiro: Garamond, 2009.
SALIBA, Elias. Raízes do Riso. A representação humorística na história brasileira: da Belle Époque aos primeiros tempos do rádio. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.
SILVA, Rogério. Modernidade em desalinho: costumes, cotidiano e linguagens na obra humorística de Raul Pederneiras (1898-1936). Tese de Doutorado em História. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2014.
SQUEFF, Leticia. As Exposições Gerais da Academia de Belas Artes: teatro de corte e formação de um mercado de artes no Rio de Janeiro. Arte & ensaios, Revista do PPGAV/EBA/UFRJ, n. 23, nov/2011.
VALLADARES, Licia. A invenção da favela: Do mito de origem a favela.com. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2005.
VALLADARES, Licia. Passa-se uma casa. Análise do Programa de Remoção de Favelas do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Zahar, 1980.
VELLOSO, Monica. Modernismo no Rio de Janeiro: Turunas e Quixotes. Petrópolis: KBR, 2015.
WEID, Elisabeth. A cidade, os bondes e a Light: caminhos da expansão do Rio de Janeiro (1850-1914). Tese de Doutorado em História. Universidade Federal Fluminense. Niteroi, 1997.
Publicado
2020-12-15
Como Citar
(1)
Figueiredo de Souza Justen, J. As Imagens Como Tomadas De posição: Uma análise Da Caricatura política Na Revista O Malho (1902-1906). FDC 2020, 6, 203-229.