Os bacharéis fardados

cor, meritocracia e mobilidade social na Escola Militar da Praia Vermelha (1870-1880).

  • Geisimara Soares Matos Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Meritocracia, Escola militar, cor

Resumo

O objetivo deste artigo é pensar,  por meio da análise de treze trajetórias descritas em fés de ofício de militares, como o discurso do mérito foi praticado dentro da Escola Militar da Praia Vermelha. Com base nisso, procuramos entender como a cor e a origem social dos alunos influenciavam a prática do discurso da meritocracia na instituição. Por fim, tentamos mostrar a ambiguidade no princípio do mérito que, por um lado promovia as capacidades de um aluno pardo e de origem pobre e, por outro, mantinha a proteção através da velha ordem.

Publicado
2020-06-02
Como Citar
(1)
Soares Matos, G. Os bacharéis Fardados: Cor, Meritocracia E Mobilidade Social Na Escola Militar Da Praia Vermelha (1870-1880). FDC 2020, 6, 414-439.