Cenas públicas de enfrentamento político-religioso:

apontamentos de tensões entre parlamentares evangélicos e o governo de Dilma Rousseff

  • Emanuel Freitas da Silva Doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará - UFC. Professor Assistente de Teoria Política da Universidade Estadual do Ceará – UECE
Palavras-chave: Modernidade, representação política, desagendamento

Resumo

O artigo apresenta uma análise da presença do religioso na contemporaneidade. Para tanto, parte do conceito de “modernidade”, tal como pensando pelos principais expoentes do pensamento sociológico clássico, e da reflexão do lugar/espaço do religioso nos processos de modernização. Após isso, elabora-se uma apresentação de uma das formas por excelência de presença do religioso na esfera pública brasileira recente – a representação política de religioso na Câmara Federal e no Senado, compreendendo as formas de atuação de tais parlamentares e os enfrentamentos gerados a partir de tal representação. Como córpus de análise, tomou-se uma série de embates entre políticos evangélicos levados a cabo durante o 1º governo de Dilma Rousseff (PT), entre s anos de 2012 e 2014, apresentando-os por meio de “cenas”.
Publicado
2019-07-04
Como Citar
(1)
Freitas da Silva, E. Cenas Públicas De Enfrentamento político-Religioso:. FDC 2019, 5, 146 - 161.