Epidemiologia da tuberculose no estado do Ceará: uma revisão de literatura

Autores

  • Sânkia Maria Lopes Aragão Universidade Federal do Ceará (UFC) - Campus Sobral
  • Jéssica Cavalcante Bastos Leite

Palavras-chave:

Atenção Primária à Saúde

Resumo

A tuberculose é uma doença infecciosa causada pelo Mycobacterium tuberculosis que afeta principalmente os pulmões, ainda que possa acometer outros órgãos. Sua transmissão se dá pela inalação de aerossóis, expelidos pelos doentes, sendo assim, em geral, os pacientes com tuberculose pulmonar é que irão transmitir a doença. O objetivo desta revisão de literatura é dissertar a respeito da epidemiologia da tuberculose no estado do Ceará. A metodologia utilizada foi a revisão de literatura de artigos da base de dados Scielo e do Boletim Epidemiológico do Estado do Ceará, de 21 de março de 2019. Foi usada a palavra-chave: tuberculose. No Ceará, de 2008 a 2018, foram 39.353 novos casos, em torno de 3.577 casos por ano. A incidência nesse período diminuiu, em 2008 eram 44,8 casos/100 mil hab. e em 2018, 42,0 casos/100 mil hab. Em 2018, foi observado que a maior parte dos casos ocorreu no sexo masculino (67,5%), na faixa etária de 20 a 34 anos. Uma das maiores dificuldades na redução e controle do número de casos é a falha no exame e acompanhamento dos contactantes. Em 2018, apenas 51% dos contactantes foram examinados, sendo que a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é de 100%. Este exame é de extrema importância e visa identificar ativamente e de forma contínua a presença dos casos de tuberculose ativa e latente. O diagnóstico precoce é essencial e possibilita a quebra da cadeia de transmissão da doença, visto que após 15 dias do início do tratamento a transmissão cessa. Diante do exposto, pode-se observar que a tuberculose é uma doença de difícil controle no país. Ainda que tenha tido queda, seus índices estão bem acima dos desejados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sânkia Maria Lopes Aragão, Universidade Federal do Ceará (UFC) - Campus Sobral

Médica formada pela Universidade Federal do Ceará. Especialização em Saúde da Família. Médica do Programa Mais Médicos com atuação em Sobral Ceará.

Jéssica Cavalcante Bastos Leite

Médica graduada pela Universidade Federal do Ceará - UFC - Campus Sobral.

Downloads

Publicado

2021-06-01

Edição

Seção

Resumos