A ESF SUPERANDO O MODELO MÉDICO-HEGEMÔNICO NA PRÁTICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores

  • Gustavo Barbosa Sodré Acadêmico do Curso de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Vanessa Drumond Residente em Clínica Médica da Universidade Federal de Juiz de Fora.
  • Camila Ribeiro Araújo Acadêmica do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora.
  • Renata Dias Monteiro da Cruz Acadêmica do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora.
  • Andréia Aparecida de Miranda Ramos Doutora em Psiquiatria e Saúde Mental e Professora do Departamento de Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Resumo

Introdução: o modelo biomédico sofre críticas pelo foco curativista, desvalorização do processo saúde-doença e distanciamento dos aspectos socioeconômicos culturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-12-17

Como Citar

Sodré, G. B., Drumond, V., Araújo, C. R., Cruz, R. D. M. da, & Ramos, A. A. de M. (2018). A ESF SUPERANDO O MODELO MÉDICO-HEGEMÔNICO NA PRÁTICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. Revista De APS, 21(1). Recuperado de https://periodicos.ufjf.br/index.php/aps/article/view/16865

Edição

Seção

Notícias

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)