A compreensão de reflexivos e pronominais no espectro autista

  • Letícia Maria Sicuro Corrêa Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
  • Vanessa Gouveia Ribeiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
  • Michele F. Perelmuter Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Resumo

Investiga-se a compreensão de clíticos reflexivos e pronomes tônicos como objeto direto por crianças no espectro autista, falantes de português brasileiro. Parte-se de pressupostos minimalistas em uma abordagem psicolinguística que incorpora desdobramentos da Teoria da Ligação. Busca-se verificar em que medida um traço de referencialidade distingue essas formas. Avalia-se o impacto da semântica lexical (verbos de ação/de emoção) no reconhecimento de um predicado reflexivo em 3ª e em 1ª pessoa. Os resultados revelam dificuldades diferenciadas na compreensão de ambas as formas e efeito da semântica lexical, com verbos de emoção facilitando a compreensão de reflexivos.

Publicado
2020-09-11