Mecanismos enunciativos constitutivos da tessitura de textos multissemióticos: uma proposta de análise

  • Helena Ferreira
  • Patrícia Vasconcelos Almeida
  • Jaciluz Dias

Resumo

O objetivo deste artigo é identificar quais são os elementos não verbais que evidenciam o
posicionamento do agente-produtor, levantando hipóteses sobre os efeitos de sentido em duas campanhas
educativas. Para tanto, realizamos uma pesquisa qualitativa e descritiva, tendo como aporte teórico a análise dos
mecanismos enunciativos dessas campanhas, considerando tanto os signos verbais quantos os imagéticos, com base
nos estudos sobre o ISD, de Bronckart (2012), e nos preceitos teóricos da GDV, com Kress e Van Leeuwen (2006).
Dessa forma, corroboramos a afirmação de que os mecanismos enunciativos são elementos responsáveis pela
coerência interativa dos textos e pelo esclarecimento de posicionamento enunciativo do autor.

Publicado
2019-09-16
Seção
Seção2–ISD e noção de gênero: modelos didáticos,análise de gêneros e relações