Reconfiguração do Modelo Didático do Gênero: um diálogo com concepções teóricas bakhtinianas

  • Terezinha da Conceição Costa-Hübes
  • Leliane Regina Ortega

Resumo

O objetivo desse trabalho é apresentar uma proposta de Modelo Didático de Gênero (MDG), no
trabalho com o gênero Regras de Jogo, destacando algumas adaptações na perspectiva de ampliar um diálogo
com os pressupostos bakhtinianos. Como embasamento teórico, pautamo-nos em Cristovão (2002); Dolz e
Schneuwly (2004[1998]) e Machado e Cristovão (2009) para a elaboração do MDG. Partimos, portanto, do
Interacionismo Sociodiscursivo (BRONCKART, 2012[1996]) e avançamos para a Concepção Dialógica da
Linguagem (BAKHTIN/VOLOCHINOV, 2009[1929]; BAKHTIN, 2010[1979]). E como resultado, esperamos
contribuir com a prática docente na condução de um estudo (e posterior trabalho) voltado para a dimensão social
e verbal de um gênero selecionado.

Publicado
2019-09-16
Seção
Seção2–ISD e noção de gênero: modelos didáticos,análise de gêneros e relações